Exportar registro bibliográfico

Política e parentesco nos xerente (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: SCHROEDER, IVO - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLA
  • Subjects: XERENTE (ASPECTOS ANTROPOLÓGICOS;POLÍTICA); RELAÇÕES ÉTNICAS E RACIAIS; ANTROPOLOGIA CULTURAL E SOCIAL; CASAMENTO; PARENTESCO
  • Language: Português
  • Abstract: Sob o tema política e parentesco, esta Tese retoma os estudos sobre os Xerente, um povo indígena Jê do Brasil Central. O sistema de parentesco xerente foi classificado como omaha, mas sua estrutura terminológica oblíqua e assimétrica não foi explorada para entender o regime de trocas matrimoniais e o campo da ação política. O presente estudo parte da noção nativa de respeito que corresponde ao ponto de partida da sociabilidade, pois o respeito funda e organiza a vida social, preside os rituais e as trocas matrimoniais. As pinturas corporais, com os padrões de círculo e traço, despertam de forma imediata um sentido que os Xerente traduzem por dasiwaze ou "nosso respeito recíproco". A presente investigação, apoiada em uma ampla base de dados, correlaciona clãs e metades com as práticas de casamento e com os assentamentos no seu território. A análise do dualismo Xerente revela uma estrutura social que é idealmente representada como simétrica. Neste quadro, todavia, a assimetria se infiltra via relações de parentesco. Em presença de trocas unilaterais, os afins se bifurcam em doadores e tomadores de mulheres, produzindo uma estrutura triádica de troca. A interdição da linha materna e a impossibilidade de troca de irmãs projetam o indivíduo numa estrutura de troca assimétrica, ao longo de algumas gerações. A política se funda nos grupos moldados pelas relações de parentesco, mas aqui a ação política será melhor compreendida como um esforço para restabelecer a ordemsimétrica ideal, neutralizando essas relações. Da ação política, porém, resultam grupos sociais eqüiestatutários, mecanicamente justapostos, onde a representação é sempre suspeita e muito fugazes os momentos de ação concatenada. Com raras formas de representação coletiva, a política, assim como os rituais, concerne à reprodução simbólica da diferença e persegue o ideal de autonomia de cada assentamento ou grupo social
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.04.2006
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SCHROEDER, Ivo; SILVA, Márcio Ferreira da. Política e parentesco nos xerente. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8134/tde-17072007-113712/ >.
    • APA

      Schroeder, I., & Silva, M. F. da. (2006). Política e parentesco nos xerente. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8134/tde-17072007-113712/
    • NLM

      Schroeder I, Silva MF da. Política e parentesco nos xerente [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8134/tde-17072007-113712/
    • Vancouver

      Schroeder I, Silva MF da. Política e parentesco nos xerente [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8134/tde-17072007-113712/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021