Exportar registro bibliográfico

Desenvolvimento de instrumentação para eletroforese capilar de zona e isotacoforese capilar em microdispositivos de toner-poliéster (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: NEVES, CARLOS ANTONIO - IQ
  • Unidade: IQ
  • Sigla do Departamento: QFL
  • Assunto: ELETROFORESE CAPILAR DE ZONA
  • Language: Português
  • Abstract: A eletroforese capilar em microchips ('mü' CE ou MCE) é uma forma diferente de eletroforese capilar que tem se desenvolvido muito nos últimos anos. Essa técnica usa microdispositivos feitos em placas que podem ser de vidro ou polímero contendo canais de dimensões micrométricas ao invés de um capilar de sílica. Ganhos significativos têm sido obtidos em termos de tempo de análise, volume manipulado, dimensões físicas, consumo energético e integrabilidade com outros sistemas. Neste trabalho foi empregada uma técnica diferente de microfabricação, usando toner de impressora laser e folhas de transparência para a construção de dispositivos para microfluídica. A técnica se mostra simples, rápida e excelente para prototipagem. Visando a aplicação desses microchips de toner-poliéster, esse trabalho teve como objetivo o desenvolvimento de instrumentação para separações químicas usando microdispositivos de toner-poliéster. Fontes de alta-tensão e de corrente foram desenvolvidas usando módulos conversores de baixa para alta-tensão elétrica. As programações das fontes foram feitas usando tensões elétricas geradas por uma placa de aquisição de dados ou por um conversor digital-analógico (DAC) com uma interface de comunicação 'I POT.2'C. Todo o controle foi desenvolvido em sistema GNU/Linux. Um sistema de injeção hidrodinâmico também foi desenvolvido usando um compressor de ar de diafragma juntamente com um sistema de amortecimento pneumático de pulsações e tendo sua pressãointerna estabilizada por uma coluna d'água. Um medidor de pressão eletrônico foi desenvolvido, usando um sensor de pressão, e calibrado com um manômetro de coluna d'água. Registros de pressão de 'MENOS 10', 'MENOS 1', 'MAIS 1' e 'MAIS 10cm' de ) coluna d'água em função de diferentes tempos de injeção foram feitos usando um software controlando o acionamento do injetor hidrodinâmico e efetuando leituras do medidor de pressão eletrônico. Os dados mostram que colunas d'água de 10cm e tempos de injeção maiores que 3 segundos exibem um desvio padrão relativo (RSD) de aproximadamente 0,5 'POR CENTO' em módulo. Uma proposta diferente de construção de reservatórios é apresentada. Tal proposta usa mantas de silicone e um bloco de acrílico para a definição dos reservatórios. Observou-se que essa configuração promove o estrangulamento dos canais nas microestruturas de toner-poliéster. Assim, a configuração de colagem de reservatórios por pedaços de tubos, mostrou-se melhor para uso com dispositivos de toner-poliéster descartáveis. Uma nova forma de confecção de eletrodos para detecção condutométrica sem contato acoplada capacitivamente ('C POT.4D') foi desenvolvida usando placas de circuito impresso (PCB). Após a confecção dos eletrodos pelo processo de corrosão de PCB a placa foi recoberta com uma resina para que os espaços entre os eletrodos ficassem da mesma altura da camada de cobre. Essa configuração é simples e permite uma maior integração de circuitos eletrônicos.Testes de separação eletroforética foram feitos usando a instrumentação desenvolvida neste trabalho. Soluções de Loo 'mü' M dos cloretos de 'K POT.POSITOVO', 'Na POT.POSITIVO' e 'Li POT.POSITIVO' dissolvidos em tampão HLac/His 2mM foram usadas para os testes. Essas espécies foram injetadas eletrocineticamente e separadas usando tampão HLac/His 20mM. A quantificação não foi possível por apresentar irreprodutibilidade no processo de injeção devido ao uso de espécies de elevada mobilidade, juntamente com longos canais de injeção. Também foram realizados testes com amostras de sangue permitindo a separação de 'K POT.POSITIVO' e 'Na POT.POSITIVO' sem pré-tratamento. ) Separações isotacoforéticas de lmM dos cloretos de 'K POT.POSITIVO', 'Na POT.POSITIVO' e 'Li POT.POSITIVO' e 1mM de HCI, como eletrólito líder, e 1mM de cloreto de tetrametilamônio, como terminador, foram realizadas para demonstrar a funcionalidade do sistema em sistemas isotacoforéticos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.09.2005
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NEVES, Carlos Antonio; LAGO, Claudimir Lucio do. Desenvolvimento de instrumentação para eletroforese capilar de zona e isotacoforese capilar em microdispositivos de toner-poliéster. 2005.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46133/tde-23112006-133135/ >.
    • APA

      Neves, C. A., & Lago, C. L. do. (2005). Desenvolvimento de instrumentação para eletroforese capilar de zona e isotacoforese capilar em microdispositivos de toner-poliéster. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46133/tde-23112006-133135/
    • NLM

      Neves CA, Lago CL do. Desenvolvimento de instrumentação para eletroforese capilar de zona e isotacoforese capilar em microdispositivos de toner-poliéster [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46133/tde-23112006-133135/
    • Vancouver

      Neves CA, Lago CL do. Desenvolvimento de instrumentação para eletroforese capilar de zona e isotacoforese capilar em microdispositivos de toner-poliéster [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46133/tde-23112006-133135/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021