Exportar registro bibliográfico

Controle pós-colheira de Ceratitis capitata (Widemann, 1824) (Diptera: Tephritidae) em frutos de goiaba (Psidium guajava L.) (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: DORIA, HÁYDA OLIVEIRA SOUZA - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Subjects: FITOSSANIDADE; ENTOMOLOGIA AGRÍCOLA
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivou-se com esta pesquisa avaliar o efeito dos tratamentos com vapor quente, água quente e radiação gama com Cobalto-60 sobre ovos e larvas de mosca-das-frutas (Ceratitis capitata Wiedemann, 1824) (Diptera: Tephritidae), e analisar o efeito desses tratamentos na qualidade dos frutos (composição química). Pelos resultados obtidos e nas condições em que foi conduzido o presente trabalho pode-se concluir que: a mortalidade dos diferentes estádios de C. capitata é diretamente proporcional ao aumento da temperatura e do tempo de exposição; o tratamento térmico (vapor e água quente) a '46 GRAUS' C por 90 minutos apresentou eficiência de controle entre 94 e 99% para a inviabilidade de ovos e mortalidade de larvas, porém, não pode ser recomendado para fins quarentenários porque não satisfez o Probit 9 (99,9968% de mortalidade); o tratamento com água quente por 75 e 90 minutos a '48 GRAUS' C satisfaz o Probit 9 para larvas de primeiro e segundo ínstares, em ambas as cultivares e para larvas de terceiro ínstar na cv. 'Paluma'; para o tratamento com vapor quente a '48 GRAUS' C a maior eficiência é obtida aos 90 minutos de exposição para a cv. 'Paluma', no entanto também não foi alcançado o Probit 9; nas temperaturas e tempos de exposição testados a água quente é mais eficiente que o vapor quente; a absorção de calor pelos frutos, em ambos os tratamentos, ocorre de forma semelhante, sendo mais rápido no início do tratamento; os frutos tratados no vapor quente perdem calorde forma mais rápida do que os frutos tratados em água quente; o tratamento com água quente a '48 GRAUS' C para efeito quarentenário de ovos, larvas de primeiro, segundo e terceiro ínstares de Ceratitis capitata em goiabas da cv. 'Paluma', deve ser aplicado por 108,75 minutos e para 'Pedro Sato' por 133,66 minutos; o tratamento com vapor quente a '48 GRAUS' C para efeito quarentenário de ovos, larvas de primeiro, segundo e terceiro ínstares de ) C. capitata em goiabas da cv. 'Paluma' deve ser aplicado por 143,51 minutos e para 'Pedro Sato' por 164,31 minutos; a inviabilidade de ovos e a mortalidade de larvas é diretamente proporcional ao aumento da dose de radiação; tanto para ovos quanto para larvas, a partir da dose de 30 Gy atende-se ao Probit 9, portanto essa dose é recomendada para fins quarentenários para frutos de goiaba, sendo que a cultivar utilizada não influencia o tratamento com radiação gama; a emergência de adultos provenientes de ovos e larvas irradiados é reduzida com o aumento da dose de radiação; os tratamentos utilizados (tratamento térmico ou radiação gama) não afetam as características químicas dos frutos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.03.2006

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DÓRIA, Háyda Oliveira Souza; ARTHUR, Valter. Controle pós-colheira de Ceratitis capitata (Widemann, 1824) (Diptera: Tephritidae) em frutos de goiaba (Psidium guajava L.). 2006.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006.
    • APA

      Dória, H. O. S., & Arthur, V. (2006). Controle pós-colheira de Ceratitis capitata (Widemann, 1824) (Diptera: Tephritidae) em frutos de goiaba (Psidium guajava L.). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Dória HOS, Arthur V. Controle pós-colheira de Ceratitis capitata (Widemann, 1824) (Diptera: Tephritidae) em frutos de goiaba (Psidium guajava L.). 2006 ;
    • Vancouver

      Dória HOS, Arthur V. Controle pós-colheira de Ceratitis capitata (Widemann, 1824) (Diptera: Tephritidae) em frutos de goiaba (Psidium guajava L.). 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021