Exportar registro bibliográfico

Trabalho infantil e migração no Estado de São Paulo (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: BATISTA, NATALIA NUNES FERREIRA - FEA
  • Unidade: FEA
  • Sigla do Departamento: EAE
  • Subjects: TRABALHO DE MENOR; FREQUÊNCIA ESCOLAR; MIGRAÇÃO URBANA; POBREZA
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho visa analisar o impacto que a condição de migração dos pais exerce sobre a alocação do tempo dos filhos entre 10 e 14 anos no Estado de São Paulo. A atenção volta-se especialmente para a verificação empírica da probabilidade de a criança estudar/trabalhar, separando a amostra do estudo de acordo com as diferentes possibilidades de combinação das condições de migração dos pais da criança. No primeiro capítulo é apresentada uma revisão da literatura econômica referente ao trabalho infantil, com ênfase para os resultados obtidos no caso brasileiro. A seguir é mostrado como os fatores de curto e longo prazos da migração familiar podem interferir na alocação do tempo das crianças entre escola e trabalho. Para distinguir os impactos de curto e longo prazos da migração dos pais sobre a probabilidade de a criança estudar/trabalhar, os pais migrantes foram separados de acordo com o tempo de residência no Estado de São Paulo em: migrantes a menos de dez anos, que podem ter origem em outra Unidade da Federação, ou serem paulistas retornados e, ainda, migrantes de outros Estados que residem há pelo menos dez anos no local de destino. Esta distinção serve para calcular o diferencial de rendimento de pais e mães migrantes em relação aos não migrantes através da aplicação da decomposição de Oaxaca, apresentado no capítulo 2. A constatação da seletividade positiva ou negativa de cada um dos três grupos de pais/mães migrantes em relação a pais/mães paulistasnão migrantes auxilia a análise de como a diferença de rendimentos colabora para a explicação das discrepâncias das probabilidades de estudar/trabalhar de seus respectivos filhos. No capítulo 3, antes do cálculo do probit bivariado para obter as probabilidades previstas de a criança estudar/trabalhar, a amostra dos filhos de 10 a 14 anos é separada de acordo com as possíveis combinações de pais e mães, segundo o tempo de residência no Estado de São Paulo. O probit bivariado para meninos e meninas é calculado para cada tipo de família e, com base nas probabilidades previstas obtidas, aplica-se a decomposição entre características observáveis e não observáveis da diferença das probabilidades de estudar/trabalhar entre os filhos de migrantes e não migrantes. De maneira genérica, os resultados encontrados mostram que a migração dos pais amplia as chances de seus filhos ofertarem trabalho no curto prazo, enquanto, no longo prazo, dada a seletividade positiva, os filhos de migrantes têm uma probabilidade menor de trabalhar. Por outro lado, a migração não interfere de maneira positiva sobre a probabilidade de a criança estudar, independente do tempo de residência de seus pais no local de destino. Como os filhos de migrantes apresentam uma probabilidade de estudar sistematicamente inferior a dos filhos dos não migrantes, percebe-se que o deslocamento geográfico para o Estado de São Paulo não pode ser visto como um processo que contribui para a reduçãoda pobreza intergeracional
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.02.2006
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BATISTA, Natália Nunes Ferreira; CACCIAMALI, Maria Cristina. Trabalho infantil e migração no Estado de São Paulo. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12138/tde-01022007-110404/ >.
    • APA

      Batista, N. N. F., & Cacciamali, M. C. (2006). Trabalho infantil e migração no Estado de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12138/tde-01022007-110404/
    • NLM

      Batista NNF, Cacciamali MC. Trabalho infantil e migração no Estado de São Paulo [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12138/tde-01022007-110404/
    • Vancouver

      Batista NNF, Cacciamali MC. Trabalho infantil e migração no Estado de São Paulo [Internet]. 2006 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12138/tde-01022007-110404/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021