Exportar registro bibliográfico

Estudo químico - farmacológico dos extratos e princípios ativos da espécie medicinal Pothomorphe umbellata (Piperaceae) (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: PERAZZO, FABIO FERREIRA - FCFRP
  • Unidade: FCFRP
  • Sigla do Departamento: 602
  • Subjects: PRODUTOS NATURAIS (QUÍMICA); FARMACOGNOSIA
  • Language: Português
  • Abstract: Pothomorphe umbellata, conhecida na medicina popular como "caápeba", "caápeba do norte" ou "pariparoba", tem sido utilizada para diversos fins medicinais, tais como inflamações, malária, desordens gastro-intestinais e prevenção e/ou tratamento de problemas na pele causados pelo sol, como envelhecimento precoce e câncer de pele. Suas raízes possuem um composto altamente reativo e com significativa ação antioxidante, o 4-nerolidilcatecol. Suas folhas são utilizadas com o intuito de facilitar o processo digestivo, como colerético e colagogo, bem como em processos inflamatórios e erisipela. As partes aéreas de P. umbellata foram submetidas a processos fitoquímicos permitindo o isolamento e/ou identificacão dos seguintes metabólitos: 4-nerolidilcatecol, hinoquinina, oxiranemetanol, sitosterol, estigmasterol, campesterol e ácidos graxos. A Dose Efetiva Média ('DE IND. 50') do extrato bruto (PHE), no ensaio de edema de pata de rato induzido por carragenina foi determinada em 550 mg/kg, enquanto que a Dose Letal Media ('DL IND. 50') foi superior a 2 g/kg. Na dose de 550 mg/kg (v.o.), PHE foi capaz de inibir o processo inflamatório induzido por carragenina em 48,7% na terceira hora de análise (pico do edema), quando comparado ao controle negativo. Indometacina, o controle positivo usado neste teste, inibiu o edema em 58,6% na dose de 10 mg/kg. Três frações obtidas por partição com solventes do extrato hidroalcoólico (hexano, diclorometano e acetato de etila) tambémdemonstraram capacidade de inibir a formação de edema induzido por carragenina durante o período de quatro horas de análise, sendo que a fração diclorometânica apresentou a melhor atividade. O número de contorções abdominais induzida por ácido acético 0,6% diminuiu em 22% no grupo tratado oralmente com PHE. PHE também foi capaz de inibir o processo de formação do tecido granulomatoso em ratos em 6,2%. No mesmo ensaio, dexametasona aplicada topicamente diminuiu a formação do granuloma em 14,2%. PHE não foi capaz de inibir o edema desencadeado por histamina nem a dermatite induzida por óleo de Croton. Por outro lado, inibiu o processo inflamatório desencadeado por dextrana. Quando testados in vitro, os resultados obtidos não foram significativos, tanto na inibição da enzima COX-2 bem como expressão do fator nuclear 'capa'B. O extrato bruto apresentou potencial antioxidante, 'IC IND. 50' de 1,2 'mü'g/ml, em ensaios com espécies reativas de oxigênio em células HL-60. A fração metanólica apresentou melhor efeito dentre as frações ('IC IND. 50' 4,5 'mü'g/mL), seguida das frações e metabólitos isolados: diclorometânica ('IC IND. 50' 5,9 'mü'g/mL), em acetato de etila ('IC IND. 50' 8,0 'mü'g/mL) 4-nerolidilcatecol ('IC IND. 50' 8,6 'mü'g/mL) e fração esteroidal ('IC IND. 50' > 12,5 'mü'g/mL) Vitamina C, o controle positivo usado neste ensaio, apresentou 'IC IND. 50' de 1, 7 'mü'g/mL. 4-Nerolidilcatecol e frações lipofílicas com altaconcentração deste composto apresentaram maior citotoxicidade, provavelmente devido a presença de O-quinonas, produtos de auto-oxidação do catecol. Compostos polares presentes no extrato bruto parecem aumentar e/ou melhorar tanto a biodisponibilidade quanto a estabilidade neste extrato. Os resultados acima sugerem que o extrato bruto de P. umbellata possui atividades antiinflamatória e analgésica que contribuem para o uso etnofarmacológico desta espécie em processos inflamatórios, provavelmente devido aos seus compostos majoritários, pois o 4-nerolidilcatecol inibe processos de formação de radicais livres no sítio da inflamação e os esteróides agem regulando a migração celular e a resposta imune
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.02.2006

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PERAZZO, Fábio Ferreira; BASTOS, Jairo Kenupp. Estudo químico - farmacológico dos extratos e princípios ativos da espécie medicinal Pothomorphe umbellata (Piperaceae). 2006.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006.
    • APA

      Perazzo, F. F., & Bastos, J. K. (2006). Estudo químico - farmacológico dos extratos e princípios ativos da espécie medicinal Pothomorphe umbellata (Piperaceae). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Perazzo FF, Bastos JK. Estudo químico - farmacológico dos extratos e princípios ativos da espécie medicinal Pothomorphe umbellata (Piperaceae). 2006 ;
    • Vancouver

      Perazzo FF, Bastos JK. Estudo químico - farmacológico dos extratos e princípios ativos da espécie medicinal Pothomorphe umbellata (Piperaceae). 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021