Exportar registro bibliográfico

Efeito da aplicação dos exercícios respiratórios em pacientes com síndrome de hipoventilação alveolar por obesidade (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: VILAR, AURÉLIA DE FREITAS ANIBAL - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: OBESIDADE; EXERCÍCIOS RESPIRATÓRIOS
  • Language: Português
  • Abstract: A síndrome de hipoventilação alveolar por obesidade (SHAO), caracteriza-se por obesidade, sonolência diurna e hipoventilação alveolar (hipóxia, 'PaO IND. 2' < 70 mmHg e hipercapnia, 'PaCO IND. 2' > 43 mmHg). Existe associação da apnéia obstrutiva do sono na SHAO e, quando presente, faz agravar o quadro clínico da hipoventilação alveolar. A perda de peso nestes pacientes pode melhorar as alterações ventilatórias, porém geralmente ocorre em longo prazo. Os objetivos do presente estudo foram comparar a resposta gasométrica ('PaO IND. 2', 'PaCO IND. 2' e 'SatO IND. 2'), identificar os índices de esforço físico (Escala de Borg) e avaliar o sono (índice de apnéia e hipopnéia -IAH, número de despertares e dessaturação mínima de oxigênio) pré e pós-treinamento muscular respiratório nos pacientes com SHAO. Foram selecionados dez pacientes com diagnóstico de síndrome de hipoventilação alveolar por obesidade, 6 do sexo feminino, idade de 50 ± 9,4 anos (média ± D.P.) e índice de massa corporal (IMC) 42,6 ± 9,9 Kg/m². Apresentavam valores gasométricos pré-treinamento, 'PaO IND 2' = 65,3 ± 7,4 mmHg, 'PaCO IND. 2' = 46,9 ± 5,1 mmHg e 'SatO IND. 2' = 91,9 ± 3,3.%. Após realizarem o treinamento muscular respiratório não expressaram perda de peso significante pelo IMC (p = 0,8196), mas atingiram melhora significante de 'PaO IND. 2'; 'PaCO IND. 2' e 'SatO IND. 2' (p = 0,0013; P = 0,0023 e p = 0,0195 respectivamente), obtendo ainda melhora do índice de esforço físico (p = 0,0020).Quanto aos dados do sono comparados pré e pós-treinamento muscular respiratório, não demonstraram diferença significativa para o IAH (p = 0,4044), dessaturação mínima de oxigênio (p = 0,5230) e número de despertares (p = 0,8860). Os exercícios respiratórios possivelmente melhoram os níveis de hipoxemia e hipercapnia e aumentam a resistência muscular respiratória observada pelo escala de Borg. Não houve alteração na qualidade do sono, baseada no IAH, no ) número de despertares e na dessaturação mínima de oxigênio
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.02.2006

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VILAR, Aurélia de Freitas Anibal; SILVA, Geruza Alves da. Efeito da aplicação dos exercícios respiratórios em pacientes com síndrome de hipoventilação alveolar por obesidade. 2006.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006.
    • APA

      Vilar, A. de F. A., & Silva, G. A. da. (2006). Efeito da aplicação dos exercícios respiratórios em pacientes com síndrome de hipoventilação alveolar por obesidade. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Vilar A de FA, Silva GA da. Efeito da aplicação dos exercícios respiratórios em pacientes com síndrome de hipoventilação alveolar por obesidade. 2006 ;
    • Vancouver

      Vilar A de FA, Silva GA da. Efeito da aplicação dos exercícios respiratórios em pacientes com síndrome de hipoventilação alveolar por obesidade. 2006 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021