Exportar registro bibliográfico

Avaliação hemodinâmica de ratos tratados aguda ou cronicamente com amiodarona (2006)

  • Authors:
  • USP affiliated author: SANTANA FILHO, VALTER JOVINIANO DE - FMRP
  • School: FMRP
  • Sigla do Departamento: RFI
  • Subject: FISIOLOGIA CARDIOVASCULAR
  • Language: Português
  • Abstract: A amiodarona (AM) é um agente antiarrítmico, comumente utilizado para o tratamento de arritmias ventriculares e supra ventriculares. AM possui efeitos hemodinâmicos complexos e não completamente conhecidos. O presente estudo objetivou avaliar os efeitos da administração, aguda ou crônica, de AM sobre a pressão arterial (PA), freqüência cardíaca (FC), débito cardíaco (DC) e resistência periférica total (RPT) , em ratos anestesiados. Ratos Wistar (300 ± 25 g) foram anestesiados com uretana (1 g/kg) e implantados com cânulas de polietileno na artéria e veia femoral, e jugular direita. Também foi introduzido um sensor de temperatura, pela carótida direita, até a aorta ascendente. Sob registro contínuo da PA e FC os ratos tiveram o DC medido antes e 1, 3,10 e 30 min após AM (50 mg/kg i.v.) ou veículo. A resistência periférica total (RPT) foi calculada pela razão PAM/DC. Para o estudo crônico, um grupo de ratos recebeu AM (100 mg/kg/dia) na água de beber, durante 6 semanas, enquanto um grupo controle recebia apenas água. Antes de iniciar, e no último dia de tratamento, os animais foram anestesiados com tribromoetanol (2,5 mg/kg) para avaliação eletrocardiográfica. Dois dias após a segunda avaliação eletrocardiográfica , os animais foram anestesiados com uretana e instrumentados para avaliação hemodinâmica conforme descrito anteriormente. O DC e RPT foram mensurados em triplicata sendo, em seguida administrado prazosin e mesurado novamente em triplicata o DC e RPT enquanto a PAe FC avaliada continuamente. Na avaliação do tratamento agudo nos ratos que receberam AM houve uma redução acentuada da PA com uma recuperação parcial. Quanto a FC, observou-se uma bradicardia no primeiro minuto após AM, que perdurou até o final do experimento. Comportamento semelhante à FC apresentou a+dP/dt(max) e o DC que sofreram uma redução imediata, após AM, permanecendo até o final do experimento. A RPT caiu no primeiro minuto, mas 10 ) minutos após AM, já havia recuperado e, ao final do experimento, tendeu a se elevar. Nos animais que receberam veículo não foi observada nenhuma alteração nos parâmetros estudados. Quanto ao tratamento crônico, foi observado ao exame eletrocardiográfico, aumento dos intervalos P _R e Q- T nos animais tratados tratados com AM. Na avaliação hemodinâmica não foram observadas alterações no período basal entre os .grupos. Porém, após administração de prazosin, houve uma queda de menor magnitude na PAM e RPT nos animais tratados com AM enquanto que na FC, a queda foi maior nesses animais, quando comparados aos não tratados. Com isso conclui-se que a AM, administrada agudamente, tem um efeito depressor da atividade cardíaca (bradicardia e redução do DC) que persiste por pelo menos 30 minutos, e também, determina uma vasodilatação periférica (queda da RPT) que desaparece em alguns minutos. E quando administrada cronicamente a AM causa uma bradicardia e uma redução do tono simpático vascular
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.02.2006

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTANA FILHO, Valter Joviniano de; FAZAN JUNIOR, Rubens. Avaliação hemodinâmica de ratos tratados aguda ou cronicamente com amiodarona. 2006.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2006.
    • APA

      Santana Filho, V. J. de, & Fazan Junior, R. (2006). Avaliação hemodinâmica de ratos tratados aguda ou cronicamente com amiodarona. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Santana Filho VJ de, Fazan Junior R. Avaliação hemodinâmica de ratos tratados aguda ou cronicamente com amiodarona. 2006 ;
    • Vancouver

      Santana Filho VJ de, Fazan Junior R. Avaliação hemodinâmica de ratos tratados aguda ou cronicamente com amiodarona. 2006 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020