Exportar registro bibliográfico

Desenvolvimento e patogenia da glomerulonefrite na leishmaniose visceral em camundogo (2006)

  • Authors:
  • Autor USP: PRIANTI, MARIA DAS GRAÇAS - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MPT
  • Subjects: LEISHMANIOSE VISCERAL; GLOMERUNEFRITE; MACRÓFAGOS; LINFÓCITOS; CAMUNDONGOS
  • Language: Português
  • Abstract: Foi estudado desenvolvimento e patogenia da glomerulonefrite em camundongos BALB/c infectados intraperitonealmente com Leishmania (L.) chagasi. Nós observamos hipercelaridade glomerular dos 7 aos 30 dias pós-infecção (PI). Foram observados depósitos de IgG no glomérulo aos 7 dias PI. A presença de células CD11+ e F4/80+ e a expressão de caspase 3 clivada aumentou progressivamente em glomérulos dos 7 aos 15 dias PI. As células T CD4+ e CD8+ foram detectadas em glomérulos no mesmo período. Os resultados sugerem que IgG e vários elementos celulares assim como um processo apoptótico ativo contribuem na patogenia da glomerulonefrite na leishmaniose visceral em camundongo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.01.2006

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PRIANTI, Maria das Graças; GOTO, Hiro. Desenvolvimento e patogenia da glomerulonefrite na leishmaniose visceral em camundogo. 2006.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2006.
    • APA

      Prianti, M. das G., & Goto, H. (2006). Desenvolvimento e patogenia da glomerulonefrite na leishmaniose visceral em camundogo. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Prianti M das G, Goto H. Desenvolvimento e patogenia da glomerulonefrite na leishmaniose visceral em camundogo. 2006 ;
    • Vancouver

      Prianti M das G, Goto H. Desenvolvimento e patogenia da glomerulonefrite na leishmaniose visceral em camundogo. 2006 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020