Exportar registro bibliográfico

Avaliação do assentamento passivo de próteses implanto-retidas e suportadas obtidas por fundição em monobloco com ligas de Ni-Cr-Ti, Pd-Ag E Ti cp (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: RIBEIRO, LILIAN FARIA - FORP
  • Unidade: FORP
  • Sigla do Departamento: 805
  • Subjects: IMPLANTES DENTÁRIOS; LIGAS DENTÁRIAS (AVALIAÇÃO); REABILITAÇÃO BUCAL
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar, in vitro, o comportamento biomecânico de implantes osseointegrados quanto à adaptação das correspondentes supra-estruturas, bem como as interfaces entre os copings confeccionados em Ni-Cr- Ti, Ti e calcinável e as sobrefundições, feitas em Pd-Ag, Ni-Cr- Ti e Ti cp. Os corpos-de-prova foram obtidos a partir de um modelo de paciente que recebeu 2 implantes na área do 20 pré-molar e 20 molar superiores esquerdos, duplicado em peça metálica usinada. Os enceramentos foram realizados sobre a base metálica e as peças foram posicionadas para fundição em monobloco. Para o grupo 1 foram realizadas fundições em liga de Ni-Cr- Ti e Pd-Ag; para o grupo 2 foram realizadas fundições em Ti cp, liga de Ni-Cr- Ti e de Pd-Ag; e para o grupo 3 foram realizadas fundições em ligas de Ni-Cr-Ti e Pd-Ag, e em Ti cp. As leituras foram executadas em microscópio ótico comparador (Nikon, Japão) em 2 situações diferentes: l):com 1 lado apertado, método de Sheffield (EISENMAN, 1997), do lado apertado e do lado não apertado, e 2) com os 2 lados apertados. Foram lidas as faces vestibulares, palatinas e proximais para cada condição, com 3 leituras para cada I, face. Os dados foram analisados estatisticamente com o programa GMC 8.1 (FORP-USP), com os valores submetidos ao teste não paramétrico de Kruskal-Wallis. De acordo com os resultados obtidos, pôde-se concluir: 1) quando analisados no lado apertado, quanto aos pilares: os melhoresresultados foram observados para o pilar de Tilite (55,1.µm), seguido pelo Titâneo (56,1µm) e pelo. Calcinável.(58,9µm): sem diferença significante entre os pilares de Titânio e de Tilite e com significância em nível de 5% para o pilar Calcinável; quanto às ligas: os melhores resultados foram observados para a liga Pors-on 4 (53,2µm), seguida do Titâneo (57,6µm) e pela liga Tilite (61,8 µm), com diferença significante em nível de 1 % entre os materiais; ) a interação ligas X pilares demonstrou diferença estatisticamente significante; 2) quando analisados no lado contrário ao apertado: quanto aos pilares: os melhores resultados foram observados para o pilar de Tilite (70,5 µm), seguido do pilar Calcinável (76,5µm) e do pilar de Titânio (81,5Iµm), sem diferenças signíficantes; quanto às ligas: os melhores resultados foram obtidos para a liga Pors-on 4 (60,6µm), seguida do Titânio (68,5µm) e da liga Tilite (98,6µm), com diferenças significantes . Em nível de 1 %; a interação. ligas X pilares demonstrou diferença estatisticamente significante; 3) quando analisados os dois lados apertados: quanto aos pilares: os melhores resultados foram observados para o pilar de Titânio (45,5µm), seguido do pilar Tilite (51,6µm) e do pilar de Calcinável (52,5µm), sem diferença significante entre os pilares de Calcinável e de Tilite, e com significância em nível de 5% para o pilar Titânio; quanto às ligas: os melhores resultados foram obtidos para a liga Pors-on 4 (44,0µm),seguida do Titânio (50,51µm) e da liga Tilite (54,6ŵm), sem diferença significante entre as ligas Titânio e Tilite, e com significância em nível de 1 % para 'li.ga .Pors-on 4; a.interação ligas X pilares demonstrou diferença estatisticamente significante. As interfaces entre coping/sobrefundição observadas neste estudo variaram de 0,75-2,0µm para a combinação coping Tilite/sobrefundição em Pd-Ag e de 0,25-1,25µm para a combinação coping Tilite/sobrefundição em Tilite, podendo- se supor que tais dimensões de interfaces não seriam problema para a resistência das peças obtidas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.12.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RIBEIRO, Lilian Faria; RIBEIRO, Ricardo Faria. Avaliação do assentamento passivo de próteses implanto-retidas e suportadas obtidas por fundição em monobloco com ligas de Ni-Cr-Ti, Pd-Ag E Ti cp. 2005.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2005.
    • APA

      Ribeiro, L. F., & Ribeiro, R. F. (2005). Avaliação do assentamento passivo de próteses implanto-retidas e suportadas obtidas por fundição em monobloco com ligas de Ni-Cr-Ti, Pd-Ag E Ti cp. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Ribeiro LF, Ribeiro RF. Avaliação do assentamento passivo de próteses implanto-retidas e suportadas obtidas por fundição em monobloco com ligas de Ni-Cr-Ti, Pd-Ag E Ti cp. 2005 ;
    • Vancouver

      Ribeiro LF, Ribeiro RF. Avaliação do assentamento passivo de próteses implanto-retidas e suportadas obtidas por fundição em monobloco com ligas de Ni-Cr-Ti, Pd-Ag E Ti cp. 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020