Exportar registro bibliográfico

Analgesia intra e pós-operatória com a combinação de baixas doses de clonidina e morfina por infusão peridural contínua em crianças submetidas a cirurgias abdominais de grande porte (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: SANTONI, MAGALY - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCA
  • Subjects: ANALGESIA; ALCALOIDES; ANESTISIA PERIDURAL
  • Language: Português
  • Abstract: Justificativa e objetivo: Estudos em adultos têm demonstrado uma potente interação na administração de clonidina e morfina peridural para o controle da dor após cirurgia abdominal. Além disso, essa combinação ou clonidina administrada isoladamente, proporciona uma redução do consumo de anestésico. Esse estudo foi empreendido para avaliar a eficácia e segurança analgésica no intra e pós-operatório da combinação de baixas doses de clonidina e morfina, por infusão peridural contínua, em crianças submetidas a cirurgias abdominais de grande porte. Metodologia: Após aprovação do Comitê de Ética do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-USP e após consentimento dos pais ou responsáveis, foram analisadas 30 crianças, entre 2 meses e 12 anos, submetidas a cirurgias abdominais de grande porte e separadas, por sorteio, em 2 grupos: Grupo C ao qual foi administrado um bolus de 2 mg.'kg POT.-1' de cetoprofeno intravenoso, seguido de infusão contínua por 24 horas de 0,2 mg.'kg POT.-1', sendo essa, uma das rotinas de tratamento de dor pós-operatória do Serviço de Anestesiologia do Hospital das Clínicas da FFMR-USP e Grupo C+M, ao qual foi administrado um bolus de 0,7 mcg'.kg POT.-1' de clonidina e 7 mcg'.kg POT.-1' de morfina antes do início da cirurgia, no cateter peridural, seguido de infusão contínua por 24 horas de 0,12 mcg'.kg POT.-1' e 1,2 mcg'.kg POT.-1' de clonidina e morfina, respectivamente. A concentração inspiratória de isofluranorequerida para manter, no intra-operatório, valores pressóricos dentro de 20% abaixo do valor pré-anestésico, foi mensurada a cada 10 minutos durante a cirurgia. Foi utilizado tramadol, na dose de 1 mg.'kg POT.-1', como analgésico de resgate, no pós-operatório. A recuperação da anestesia geral também foi avaliada na sala de cirurgia e na sala de recuperação pós-anestésica. Resultados: Foi observada uma redução significativa nas concentrações inspiratórias de isoflurano, nos tempos de 20, 60 e 90 minutos após o início da cirurgia e mantida durante a cirurgia no grupo C + M, comparado ao grupo C. O tempo de manutenção da anestesia somente com a mistura de 'N IND.2'O : 'O IND.2' (50% : 50%) comparado com o final da cirurgia, também apresentou resultados significativos no grupo C + M. O tempo requerido entre o final da cirurgia e a primeira dose de analgesia de resgate (tramadol) foi significativamente maior no grupo C + M, apesar de não ter apresentado diferença significativa entre o número de doses utilizadas nas 24 horas após o término da cirurgia. O tempo transcorrido entre o final da cirurgia e a saída do paciente da sala cirúrgica, foi significativamente menor no grupo C + M. Não se observou depressão respiratória ou aumento na incidência de vômitos. Dois casos de hipotensão moderada, um caso de retenção urinária e um caso de prurido foram observados no grupo C+M. Conclusão: A combinação de baixas doses de clonidina e morfina, porinfusão peridural contínua, reduz o consumo de anestésico no intra-operatório além de proporcionar uma analgesia pós-operatória efetiva e segura em crianças submetidas a cirurgias abdominais de grande porte
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.10.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTONI, Magaly; KLAMT, Jyrson Guilherme. Analgesia intra e pós-operatória com a combinação de baixas doses de clonidina e morfina por infusão peridural contínua em crianças submetidas a cirurgias abdominais de grande porte. 2005.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2005.
    • APA

      Santoni, M., & Klamt, J. G. (2005). Analgesia intra e pós-operatória com a combinação de baixas doses de clonidina e morfina por infusão peridural contínua em crianças submetidas a cirurgias abdominais de grande porte. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Santoni M, Klamt JG. Analgesia intra e pós-operatória com a combinação de baixas doses de clonidina e morfina por infusão peridural contínua em crianças submetidas a cirurgias abdominais de grande porte. 2005 ;
    • Vancouver

      Santoni M, Klamt JG. Analgesia intra e pós-operatória com a combinação de baixas doses de clonidina e morfina por infusão peridural contínua em crianças submetidas a cirurgias abdominais de grande porte. 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021