Exportar registro bibliográfico

Epilepsia do Lobo Temporal Mesial: estudo Clínico e Histopatológico das Formas Familiares e Esporádicas (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: VALENÇA, LUCIANA PATRIZIA ALVES DE ANDRADE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RNP
  • Subjects: EPILEPSIA DO LOBO TEMPORAL; NEUROLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: A epilepsia do lobo temporal mesial familiar (ELTMF) é uma síndrome clínica heterogênea composta por indivíduos com diferentes controles de crises epilépticas, e com presença de atrofia hipocampal em um percentual elevado dos casos. Apesar da ELTMF já estar bem caracterizada do ponto de vista clínico e de neuroimagem, em especial nos pacientes com bom controle de crises, pouco se investigou a respeito do substrato histopatológico da atrofia hipocampal, bem como da possível influência das diferentes variáveis clínicas e do prognóstico pós-cirúrgico nos pacientes com ELTMF farmacologicamente intratáveis. Neste estudo avaliamos aspectos clínicos e histológicos de uma série de pacientes cirúrgicos com ELTM associada à esclerose hipocampal nas formas esporádica e familiar, objetivando definir a influência do componente genético sobre as variáveis clínicas e histológicas. Pacientes e métodos: Os pacientes, ELTM esporádica (n = 39) e ELTMF (n = 20), foram selecionados do ambulatório de epilepsia de difícil controle do Hospital das Clínicas- Universidade de São Paulo-Ribeirão Preto, e avaliados com protocolo específico para epilepsia do lobo temporal. Definiu-se ELTMF quando dois ou mais indivíduos parentes de primeiro ou segundo graus preenchiam critérios para ELTM. As amostras teciduais dos hipocampos foram processadas pela técnica de Nissl/HE e neo- Timm. Os dois grupos foram comparados em relação às variáveis clínicas e histopatológicasqualitativas e quantitativas (densidade celular em diferentes regiões do hipocampo e intensidade da reorganização sináptica das fibras musgosas). Resultados: Não houve diferença significativa entre os grupos de pacientes com ELTMF e ELTM esporádica nos seguintes parâmetros clínicos: idade no momento da inclusão no estudo, sexo, presença e tipo de injúria precipitante inicial (IPI), idade da IPI, idade da primeira crise usual, período latente, tempo de doença, padrão eletrográfico interictal e ictal no vídeo-EEG, avaliação qualitativa da RM no que se refere à presença de atrofia ou aumento de sinal hipocampal, tempo de acompanhamento pós-cirúrgico, e prognóstico pós-lobectomia temporal. Não observamos também diferenças significativas na intensidade da perda neuronal nos diferentes subcampos (CA1, CA2, CA3, CA4), bem como também na camada polimórfica do hilo, fáscia denteada, prossubiculum e subiculum. Entretanto, detectamos uma maior intensidade na marcação do Timm nos terminais sinápticos da camada molecular interna do grupo de pacientes com ELTM esporádica em relação ao grupo com ELTMF (p < 0,05). Conclusão: A despeito da diferença na intensidade da reorganização sináptica na camada molecular interna entre os pacientes com ELTMF e ELTM esporádica observamos um perfil clínico, bem como histológico, bastante semelhante entre os dois grupos, inclusive uma boa resposta ao tratamento cirúrgico. Provavelmente os pacientes com as formasfamiliares respondem de forma diferente às alterações plásticas induzidas por perda celular, desnervação neuronal e possivelmente por crises epilépticas. Por outro lado, a intensidade da reorganização sináptica na camada molecular interna parece não exercer influências que possam modificar a história natural dos pacientes com ELTM farmacorresistentes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.10.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VALENÇA, Luciana Patrízia Alves de Andrade; LEITE, João Pereira. Epilepsia do Lobo Temporal Mesial: estudo Clínico e Histopatológico das Formas Familiares e Esporádicas. 2005.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2005.
    • APA

      Valença, L. P. A. de A., & Leite, J. P. (2005). Epilepsia do Lobo Temporal Mesial: estudo Clínico e Histopatológico das Formas Familiares e Esporádicas. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Valença LPA de A, Leite JP. Epilepsia do Lobo Temporal Mesial: estudo Clínico e Histopatológico das Formas Familiares e Esporádicas. 2005 ;
    • Vancouver

      Valença LPA de A, Leite JP. Epilepsia do Lobo Temporal Mesial: estudo Clínico e Histopatológico das Formas Familiares e Esporádicas. 2005 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021