Exportar registro bibliográfico

Polimorfismo dos microssatélites da região do fator de necrose tumoral em pacientes brasileiros com lúpus eritematoso sistêmico (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: OLIVEIRA, CECI BALDOCHI DE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: REUMATOLOGIA; IMUNOGENÉTICA
  • Language: Português
  • Abstract: Lúpus eritematoso sistêmico (LES) é uma doença inflamatória crônica, de causa desconhecida e de natureza auto-imune, caracterizada pela presença de diversos tipos de auto-anticorpos, comprometendo diferentes órgãos e sistemas. Fatores múltiplos, como mecanismos ambientais, imunológicos, genéticos e hormonais, contribuem na progressão e patogênese da doença. Níveis elevados do fator de necrose tumoral (TNF-'alfa') no plasma e líquido cefalorraquidiano de pacientes com LES indicam fortemente a participação desta citocina na patogenia da doença. A região gênica que codifica o TNF é altamente polimórfica, sendo descritos seis microssatélites (TNFa-b-c-d-e-f), caracterizados por seqüências curtas de nucleotídeos, arranjados in tandem. Posto que alguns desses alelos estejam associados com a magnitude de produção de TNF, no presente estudo, avaliamos os polimorfismos dos microssatélites TNFa-e em 127 pacientes brasileiros com LES e 120 indivíduos sadios. As tipificações foram realizadas utilizando seqüências iniciadoras específicas para cada loco desses microssatélites. Os haplótipos foram reconstruídos através do consenso dos métodos computacionais EM X PHASE e as distribuições alélicas e haplotípicas foram comparadas entre os dois grupos estudados. As freqüências dos alelos TNFa12, TNFb2 e TNFb6 estavam diminuídas nos pacientes com LES (p=0,0014, p=0,0265 e p=0,0061, respectivamente), quando comparadas ao grupo de indivíduos sadios. Já a freqüência do alelo TNFd0 estavaaumentada nos pacientes lúpicos quando comparada aos indivíduos sadios (p=0,0112). Os haplótipos TNFa2-b3-c1-d1-e3 e TNFa6-bS-c1-d3-e3 mostraram-se aumentados nos pacientes com LES, determinando susceptibilidade para o desenvolvimento da doença. Três haplótipos, TNFa12-b3-c1-d5-e3, TNFa2-b2-c1-d1-e3 e TNFa10-b3-c1-d3-e3 mostraram-se diminuídos nos pacientes, indicando proteção contra o desenvolvimento do LES. Considerando que a região do TNF ... está contida dentro do complexo principal de histocompatibilidade, cujos alelos estão fortemente associados com susceptibilidade/proteção ao LES, este estudo corrobora a participação dos alelos dos microssatélites da região do TNF na patogenia do LES
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.08.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Ceci Baldochi de; DONADI, Eduardo Antônio. Polimorfismo dos microssatélites da região do fator de necrose tumoral em pacientes brasileiros com lúpus eritematoso sistêmico. 2005.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2005.
    • APA

      Oliveira, C. B. de, & Donadi, E. A. (2005). Polimorfismo dos microssatélites da região do fator de necrose tumoral em pacientes brasileiros com lúpus eritematoso sistêmico. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Oliveira CB de, Donadi EA. Polimorfismo dos microssatélites da região do fator de necrose tumoral em pacientes brasileiros com lúpus eritematoso sistêmico. 2005 ;
    • Vancouver

      Oliveira CB de, Donadi EA. Polimorfismo dos microssatélites da região do fator de necrose tumoral em pacientes brasileiros com lúpus eritematoso sistêmico. 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021