Exportar registro bibliográfico

Reaproveitamento de concreto fresco dosado em central com o uso de aditivo estabilizador de hidratação (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: BENINI, HUMBERTO RIBEIRO - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PCC
  • Subjects: CANTEIRO DE OBRAS; RESÍDUOS PERIGOSOS; ADIÇÕES NO CONCRETO
  • Language: Português
  • Abstract: O concreto retornado do canteiro de obras às centrais dosadoras representa sérios problemas ambientais e econômicos. Tanto o concreto fresco quanto a água de lavagem dos caminhões betoneira são classificados como resíduos perigosos pelas principais agências ambientais e, portanto, seu tratamento envolve altos custos à disposição destes resíduos. Um método de reutilização do concreto ainda fresco pelo uso de aditivo estabilizador de hidratação (AEH) é estudado. Sua adição ao concreto retornado permite o controle da reação de hidratação do cimento, podendo permanecer no estado fresco por períodos de até 72 horas. A adição de um aditivo acelerador ou novo concreto à mistura, ativa a hidratação e o concreto pode ser reutilizado da mesma maneira que um concreto convencionalmente produzido. No presente trabalho foi analisado o efeito do AEH nas propriedades de concretos reaproveitados tanto no estado fresco quanto após o endurecimento, além da cinética de hidratação nas primeiras idades. A avaliação comparativa foi realizada com dois cimentos Portland, comercialmente utilizados no mercado de concreto dosado em central com diferentes condições de reaproveitamento, variando-se, nos estudos de laboratório: - O conteúdo de aglomerante nas misturas; - O tempo para adição após o contato do cimento com a água; - O tempo de estabilização do concreto; - O tipo de ativador, pela adição de concreto novo ou aditivo acelerador. Uma mistura foi estabilizada em centraldosadora após atraso de 4,0 horas para adição de AEH e ativada com os dois tipos de ativadores após 16 h. A metodologia adotada para determinar os teores adequados de AEH e ativadores foi adequada para manter o concreto fresco por até 64 horas. Posteriormente, após a sua ativação, o tempo de início de pega permaneceu controlado enquanto os ganhos de resistência mecânica foram equivalentes ao concreto de controle nas idades finais. ) O menor grau de hidratação até os primeiros 3 dias de idade não resultou em prejuízo para as propriedades de resistência mecânica à compressão axial e módulo de elasticidade após 7 dias, em todos os concretos reaproveitados. O calorímetro de condução permitiu avaliar o efeito do AEH na cinética de hidratação durante a estabilização e nas amostras ativadas; foi possível assim um melhor entendimento de seus efeitos sobre o período de indução e aceleração. Os resultados de termogravimetria mostraram que quanto maiores os teores de AEH, ou seja, maiores períodos de estabilização, maiores foram os efeitos residuais na inibição da precipitação e crescimento dos compostos hidratados ricos em Ca2+ (CH e C-S-H). Esses resultados foram coerentes com os valores obtidos de resistência à compressão axial na mesma idade de controle (3 dias). Os compostos hidratados identificados por difração de raios X não sofreram qualquer alteração pela estabilização e ativação em relação as amostras de controle
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.11.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BENINI, Humberto Ribeiro; CINCOTTO, Maria Alba. Reaproveitamento de concreto fresco dosado em central com o uso de aditivo estabilizador de hidratação. 2005.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.
    • APA

      Benini, H. R., & Cincotto, M. A. (2005). Reaproveitamento de concreto fresco dosado em central com o uso de aditivo estabilizador de hidratação. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Benini HR, Cincotto MA. Reaproveitamento de concreto fresco dosado em central com o uso de aditivo estabilizador de hidratação. 2005 ;
    • Vancouver

      Benini HR, Cincotto MA. Reaproveitamento de concreto fresco dosado em central com o uso de aditivo estabilizador de hidratação. 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021