Exportar registro bibliográfico

Automação para controle de congestionamento de tráfego (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: GODOY, JOSE ROBERTO RODRIGUES DE - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PEA
  • Subjects: ENGENHARIA DE TRÁFEGO; SIMULAÇÃO (ESTATÍSTICA); CONGESTIONAMENTOS; SIMULAÇÃO DE SISTEMAS
  • Language: Português
  • Abstract: O gerenciamento de rodovias visando reduzir o congestionamento e melhorar a qualidade de viagem tem sido um dos mais interessantes e desafiadores problemas em tráfego de vias expressas. À medida que o número de veículos aproxima-se da capacidade existente, o movimento deteriora-se rapidamente. Aborda-se o problema a partir de uma perspectiva de Teoria das Filas combinada ao modelamento/simulação em software originalmente voltado à manufatura (Arena). Foca-se o controle automático de congestionamento em rodovias e demais vias expressas, onde exista um ponto de gargalo acidental ou permanente que leve à redução de velocidade. Considera-se um segmento simples de via expressa seguido de um gargalo, sujeito à onda ou pulso de demanda de tráfego, tendo duração restrita e máximo maior do que a capacidade do gargalo. Duas formas de controle "on-line" durante a onda são propostas: imposição de velocidade reduzida num trecho a montante do gargalo e semáforo no início do trecho. Para o primeiro caso, supõe-se que, a partir de 3 km antes do gargalo, seja possível comunicar aos motoristas uma velocidade recomendada ou exigida, e que eles em geral cooperem. O segundo projeto objetiva obter um algoritmo de controle para um semáforo posicionado no início do trecho de 3 km de via, destinado também à redução de congestionamento. Um terceiro projeto trata do modelamento e simulação do processo de fusão de duas correntes de tráfego, visando a estabelecer o efetivo fluxo que emergeda fusão caso uma das pistas esteja bloqueada. Quem for projetar um sistema de controle de congestionamento conforme os descritos para o primeiro e segundo projetos deverá prever o fluxo veicular observado após o bloqueio de uma das pistas paralelas e iguais. ) Os dois processos de controle têm as suas regras iniciais estabelecidas por intuição e cálculos determinísticos aproximados; em seguida os sistemas completos são simulados no ARENA, medindo suas eficiências, atribuindo custos sócio-econômicos diferentes para veículos a plena velocidade, veículos em velocidade reduzida e veículos em fila quase parada. Finalmente, buscam-se os parâmetros das regras de controle que otimizam as eficiências, e comparam-se as duas técnicas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.08.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GODOY, José Roberto Rodrigues de; CASTRUCCI, Plinio Benedicto de Lauro. Automação para controle de congestionamento de tráfego. 2005.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.
    • APA

      Godoy, J. R. R. de, & Castrucci, P. B. de L. (2005). Automação para controle de congestionamento de tráfego. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Godoy JRR de, Castrucci PB de L. Automação para controle de congestionamento de tráfego. 2005 ;
    • Vancouver

      Godoy JRR de, Castrucci PB de L. Automação para controle de congestionamento de tráfego. 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021