Exportar registro bibliográfico

Efeitos da amamentação no alívio da dor em recém-nascidos a termo durante a coleta do teste do pezinho (2005)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LEITE, ADRIANA MORAES - EERP
  • Unidades: EERP
  • Sigla do Departamento: ERM
  • Subjects: RECÉM-NASCIDO; PUNIÇÃO; CALCÂNEO; ALEITAMENTO MATERNO
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo geral do estudo foi avaliar o efeito da amamentação materna no alívio à dor dos recém-nascidos (RNs) a termo, durante todo o procedimento de coleta de sangue para a triagem neonatal - (Teste do Pezinho), em comparação aos não amamentados. Trata-se de estudo analítico de caráter experimental, do tipo ensaio clínico randomizado, realizado no ambulatório de um hospital universitário de Ribeirão Preto -SP. A amostra constituiu-se de 60 RNs a termo submetidos 0 coleta de sangue para o teste do pezinho, distribuídos aleatoriamente em dois grupos: experimental, com 31 RNs mantidos no colo da mãe e amamentados desde 5 minutos antes do procedimento, até o final da recuperação, e grupo controle com 29 RNs não amamentados e mantidos no colo materno durante o procedimento. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição, e o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido foi firmado com os pais dos RNs, antes da coleta dos dados. As manifestações comportamentais como estado de consciência, mímica facial (NFCS adaptada - fronte saliente, olhos apertados, sulco naso-labial aprofundado), comportamento de auto-regulação dos RNs, comportamento matemo e sucção, foram filmadas por meio de duas câmeras. As freqüências cardíacas foram obtidas com um monitor cardíaco, sendo registradas a cada minuto desde o período basal até o final da recuperação. Os resultados referentes aos parâmetros comportamentais dos grupos experimental e controleforam comparados nos períodos de antissepsia/punção/ordenha, compressão da lesão e na recuperação (5 minutos após). Os resultados referentes às freqüências cardíacas foram comparados desde o período basal até a recuperação. A Normalidade foi testada por meio do teste não paramétrico de Kolmogorov-Sirnov. Quando Normalmente distribuídos, para as variáveis quantitativas utilizou-se ANOVA com medidas repetidas, seguida do Teste post hoc de Bonferroni, possibilitando ) comparação inter e intra grupos. Quando a Normalidade não foi satisfeita, para a comparação entre os dois grupos, utilizou-se o teste não paramétrico para duas amostras independentes, denominado Mann-Whitney e, para a comparação no mesmo grupo (evolução no tempo), utilizou-se o teste não paramétrico para K>2 amostras dependentes, Friedman, seguido de comparações múltiplas. Para as variáveis qualitativas (ou categóricas) utilizou-se o teste Qui- quadrado e teste exato de Fisher. O Teste Mann Whitney mostrou diferença entre os grupos e o percentual de manifestações da mímica facial, ocorrendo em proporção significativamente maior no grupo controle quando comparado ao experimental, em todos os períodos analisados. Com relação às variações dos escores medianos relativizados da escala NFCS adaptada entre os períodos de antissepia/punção/ordenha, punção/ordenha, compressão e recuperação no mesmo grupo, houve diferença significativa em ambos os grupos (teste Friedman), com p<0,05 em todos osperíodos. No grupo controle, o choro foi o estado de sono e vigília predominante desde o início da coleta até o final da recuperação, enquanto que no grupo experimental predominaram os estados de sono, exceto durante a punção do calcâneo. Houve maior número de manifestações de auto-regulação nos RNs do grupo controle, assim como mais manifestações maternas com intenção de confortar o bebê. No grupo experimental houve um decréscimo gradual da freqüência de sucções ao longo do procedimento. A ANOVA mostrou que tanto para as médias das freqüências cardíacas médias, como para as mínimas e máximas, a interação foi significativa, sendo os valores de p = 0,00 para as médias das freqüências cardíacas mínimas e máximas e 0,009 para as médias das freqüências cardíacas médias. Constatou-se que os grupos se comportaram de forma diferente ao longo do procedimento. Quanto às comparações referentes aos valores ) médios das freqüências cardíacas médias nos diferentes períodos no mesmo grupo, para o grupo experimental a ANOVA mostrou diferença significativa entre os valores do período basal e dos períodos ,de antissepsia/punção/ordenha e de compressão com p=0,021 e 0,032 respectivamente, entre os períodos de compressão e recuperação (p=0,05), e entre os períodos de antissepsia/punção/ordenha e recuperação (p=0,05); não houve diferença significativa entre os valores dos períodos basal e de recuperação e entre os períodos de antissepsia/punção/ordenha e de compressão (p=1).Concluiu-se que a amamentação materna foi eficaz na redução das respostas relacionadas à dor decorrente da coleta de sangue para o teste do pezinho, pois os resultados mostraram uma diminuição significativa das manifestações fisiológicas e comportamentais dos RNs do grupo experimental, em todas as fases do procedimento, quando comparadas àquelas do grupo controle
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.08.2005
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LEITE, Adriana Moraes; SCOCHI, Carmen Gracinda Silvan. Efeitos da amamentação no alívio da dor em recém-nascidos a termo durante a coleta do teste do pezinho. 2005.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2005. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-08052007-165955/ >.
    • APA

      Leite, A. M., & Scochi, C. G. S. (2005). Efeitos da amamentação no alívio da dor em recém-nascidos a termo durante a coleta do teste do pezinho. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-08052007-165955/
    • NLM

      Leite AM, Scochi CGS. Efeitos da amamentação no alívio da dor em recém-nascidos a termo durante a coleta do teste do pezinho [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-08052007-165955/
    • Vancouver

      Leite AM, Scochi CGS. Efeitos da amamentação no alívio da dor em recém-nascidos a termo durante a coleta do teste do pezinho [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22133/tde-08052007-165955/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020