Exportar registro bibliográfico

Tratamento de esgoto sanitário e digestão de lodo aeróbio excedente em um digestor anaeróbio de fluxo ascendente e manto de lodo (UASB) (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: CASEIRO, ADRIANA HELIA - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PHD
  • Subjects: TRATAMENTO DE ESGOTOS SANITÁRIOS; DIGESTÃO AERÓBIA; LODO ATIVADO
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho apresenta os resultados de avaliação de desempenho de um reator anaeróbio de fluxo ascendente e manto de lodo (UASB) tratando esgoto sanitários e digerindo lodo aeróbio excedente de um sistema de Lodos Ativados. Para tanto, foram instalados dois reatores UASB (407 L cada) e um Sistema de Lodos Ativados no Centro Tecnológico de Hidráulica da Universidade de São Paulo. Este experimento considerou três fases de avaliação: (1) Partida dos reatores UASB 1 e UASB 2 (0° ao 194° dia), (2) Estabilização do Reatores UASB 1 e UASB 2 (195° ao 412° dia) e (3) Dosagem de lodo aeróbio excedente do sistema de Lodos Ativados no reator UASB 2 (413° ao 527° dia). As seguintes condições operacionais foram adotadas: vazão afluente de esgoto de 50 L/h, TDH de 8 horas e vazão média de lodo aeróbio excedente de 24 L/d. As concentrações médias apresentadas no UASB 1 na Fase 3 foram: 234 mg/L (DQO Total), 67 mg/L (DBO Total), 72 mg/L (SST). No mesmo período, as concentrações médias apresentadas para o UASB 2 foram: 198 mg/L (DQO Total), 46 mg/L (DBO Total), 48 mg/L (SST). As eficiências médias globais para o UASB 2 foram maiores do que as do UASB 1. As reduções observadas para o UASB 1 foram: 67% (DQO), 74% (DBO), 42% (SST). Ao mesmo tempo, as reduções médias para o UASB 2 foram: 70% (DQO), 85% (DBO), 43% (SST) para o UASB 2. Os resultados obtidos mostraram que o UASB 2 reduziu a matéria orgânica afluente e manteve a eficiência no tratamento de esgotos, não tendo seudesempenho afetado negativamente quando do recebimento do lodo aeróbio excedente. Como os resultados obtidos para DBO foram maiores do que a Resolução CONAMA 375 permite, deve ser considerada a possibilidade de implantação de um pré-tratamento
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.09.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CASEIRO, Adriana Hélia; PIVELI, Roque Passos. Tratamento de esgoto sanitário e digestão de lodo aeróbio excedente em um digestor anaeróbio de fluxo ascendente e manto de lodo (UASB). 2005.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.
    • APA

      Caseiro, A. H., & Piveli, R. P. (2005). Tratamento de esgoto sanitário e digestão de lodo aeróbio excedente em um digestor anaeróbio de fluxo ascendente e manto de lodo (UASB). Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Caseiro AH, Piveli RP. Tratamento de esgoto sanitário e digestão de lodo aeróbio excedente em um digestor anaeróbio de fluxo ascendente e manto de lodo (UASB). 2005 ;
    • Vancouver

      Caseiro AH, Piveli RP. Tratamento de esgoto sanitário e digestão de lodo aeróbio excedente em um digestor anaeróbio de fluxo ascendente e manto de lodo (UASB). 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021