Exportar registro bibliográfico

Estilos de cuidado materno e desenvolvimento das relações sociais de infantes de macacos Prego, Cebus Apella, de 0 a 18 meses de idade (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: VERDERANE, MICHELE PEREIRA - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSE
  • Subjects: COMPORTAMENTO ANIMAL; COMPORTAMENTO MATERNO ANIMAL; PRIMATAS; COMPORTAMENTO DE APEGO; MACACOS PREGO
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho teve como objetivos verificar se existem diferenças nas variáveis de cuidado materno entre fêmeas de um grupo de macacos-prego (Cebus apella), que indiquem a existência de estilos distintos de cuidado, e se existe relação entre estilo de cuidado e o status social materno e desenvolvimento social do infante. 0 desenvolvimento da independência dos filhotes também foi analisado. 0 grupo de estudo vive em regime de semi-liberdade no Parque Ecológico do Tietê (PET), localizado na cidade de São Paulo. Foram observadas 9 díades mãe/infante ao longo do período de 0 a 18 quadrissemanas de vida dos filhotes. As observações foram realizadas entre fevereiro de 2002 a maio de 2004, resultando em 1.040 horas de observação. Para a coleta de dados foram utilizados os métodos de amostragem de Focal/Scan, todas as ocorrências e Ad libitum. 0 estilo de cuidado das fêmeas deste estudo variou num contínuo de investimento em amamentação, transporte e manutenção da proximidade e do contato com o filhote, ao longo do seu desenvolvimento. Fêmeas que investiram mais em seus filhotes foram classificadas como protetoras, enquanto fêmeas que tiveram menor investimento foram consideradas permissivas. Não obstante a existência de estilos distintos de cuidado materno, os filhotes deste estudo praticamente não diferiram entre si quanto ao padrão de desenvolvimento social. A relação mais clara entre o estilo de cuidado materno e o desenvolvimento social do filhote foi observadano aspecto da manutenção da proximidade com os outros membros do grupo, de modo que filhotes de mães permissivas tiveram mais liberdade e incentivo de suas mães para estabelecer relações com outros indivíduos. 0 status social (afiliativo e hierárquico) das mães foi uma variável importante para o desenvolvimento social dos filhotes. A rede de catação dos filhotes reproduziu as relações de catação de suas mães, embora em menor escala. Também houve indícios de que o status de dominância das mães influenciou o status dos filhotes. Ao final do primeiro ano de vida, os filhotes já se alimentavam e se locomoviam como os adultos e os juvenis, contudo, o desmame alimentar e locomotor ocorreu muito além dessa idade. Esses resultados sugerem que o período de dependência de filhotes de macaco-prego envolve, além de processos de maturação fisica, o estabelecimento e desenvolvimento de processos psicológicos associados ao sistema de apego
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.07.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VERDERANE, Michele Pereira; IZAR, Patrícia. Estilos de cuidado materno e desenvolvimento das relações sociais de infantes de macacos Prego, Cebus Apella, de 0 a 18 meses de idade. 2005.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.
    • APA

      Verderane, M. P., & Izar, P. (2005). Estilos de cuidado materno e desenvolvimento das relações sociais de infantes de macacos Prego, Cebus Apella, de 0 a 18 meses de idade. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Verderane MP, Izar P. Estilos de cuidado materno e desenvolvimento das relações sociais de infantes de macacos Prego, Cebus Apella, de 0 a 18 meses de idade. 2005 ;
    • Vancouver

      Verderane MP, Izar P. Estilos de cuidado materno e desenvolvimento das relações sociais de infantes de macacos Prego, Cebus Apella, de 0 a 18 meses de idade. 2005 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021