Exportar registro bibliográfico

Mapas de ligação e mapeamento de QTL ("Quantitative Trait Loci") em maracujá-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: MORAES, MICHEL CHOAIRY DE - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LGN
  • Subjects: MAPEAMENTO GENÉTICO; MARACUJÁ; MARCADOR MOLECULAR; MELHORAMENTO GENÉTICO VEGETAL
  • Language: Português
  • Abstract: A despeito da importância comercial da cultura do maracujá-amarelo no Brasil, estudos genéticos e de melhoramento são bastante escassos. Neste trabalho, foi conduzido um experimento visando construir mapas de ligação e mapear QTL para caracteres relacionados à produção e qualidade de frutos. Foi utilizada uma população composta por 160 indivíduos, proveniente do cruzamento entre duas plantas dos acessos IAPAR-06 e IAPAR-123. Devido à alogamia da espécie, optou-se pela abordagem de mapeamento conhecida por "pseudocruzamento teste" para a construção de dois mapas de ligação, sendo um para cada genitor, utilizando marcadores moleculares do tipo AFLP, com segregação 1:1 e 3:1. Os mapas dos acessos IAPAR-06 e IAPAR-123 foram formados por dez e nove grupos de ligação, respectivamente. Os locos bi-parentais foram alocados como marcas acessórias nos mapas genéticos e serviram para o estabelecimento da homologia entre os grupos de ligação de cada genitor. Um total de oito grupos foi alinhado com base nesses locos. Em paralelo, procedeu-se a avaliação fenotípica de 100 indivíduos dessa mesma população, os quais foram avaliados em campo, durante a primeira safra de produção da cultura, para uma série de caracteres, quais sejam: velocidade de crescimento; produção total; número total de frutos; peso médio de frutos; comprimento e largura média de frutos; porcentagem de polpa; teor de sólidos solúveis totais; e formato médio de frutos. As análises genético-estatísticas dos dadosfenotípicos indicaram que a população apresenta ampla variabilidade para os caracteres avaliados, com exceção da velocidade de crescimento, apresentando coeficientes de herdabilidade entre médias que variaram de 52,6 a 83,0%. ) O mapeamento de QTL, utilizando o método de mapeamento por intervalo composto, identificou várias regiões associadas ao controle desses caracteres em ambos os mapas. Foram mapeados QTL para todos os caracteres que apresentaram variabilidade genética. A proporção da variação fenotípica explicada pelos QTL detectados variou de 4,6 até 21,8%
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.08.2005
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MORAES, Michel Choairy de; VIEIRA, Maria Lúcia Carneiro. Mapas de ligação e mapeamento de QTL ("Quantitative Trait Loci") em maracujá-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.). 2005.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2005. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-25012006-135856/ >.
    • APA

      Moraes, M. C. de, & Vieira, M. L. C. (2005). Mapas de ligação e mapeamento de QTL ("Quantitative Trait Loci") em maracujá-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.). Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-25012006-135856/
    • NLM

      Moraes MC de, Vieira MLC. Mapas de ligação e mapeamento de QTL ("Quantitative Trait Loci") em maracujá-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-25012006-135856/
    • Vancouver

      Moraes MC de, Vieira MLC. Mapas de ligação e mapeamento de QTL ("Quantitative Trait Loci") em maracujá-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11137/tde-25012006-135856/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021