Exportar registro bibliográfico

Extratos vegetais como promotores do crescimento de leitões recém-desmamados (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: OETTING, LILIANA LOTUFO - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LZT
  • Subjects: ADITIVOS ALIMENTARES PARA ANIMAL; CRESCIMENTO ANIMAL; DESMAMA ANIMAL; DIGESTIBILIDADE; ÓLEOS ESSENCIAIS; LEITÕES; MICROBIOLOGIA VETERINÁRIA
  • Language: Português
  • Abstract: Apesar da comprovada capacidade de melhorar o desempenho de suínos. o uso de antimicrobianos como promotores do crescimento vem sendo progressivamente restringido em diversos países. As novas regulamentações têm forçado a procura por alternativas ao uso de antibióticos e quimioterápicos como promotores do crescimento de suínos. Os extratos vegetais constituem uma dessas alternativas pesquisadas. Sendo assim, o objetivo do trabalho foi avaliar os efeitos de antimicrobianos e extratos vegetais sobre a digestibilidade aparente dos nutrientes, desempenho, morfometria dos órgãos, histologia do epitélio intestinal, microbiologia intestinal e freqüência de diarréia de leitões recém-desmamados. Foram realizados três experimentos em blocos casualizados, nos quais foram testados, durante 35 dias, cinco tratamentos: controle - ração basal; antimicrobiano - basal com bacitracina de zinco, olaquindox e colistina (50 ppm de cada); extrato vegetal A, B e C - basal com 700, 1200 e 2100 ppm de extrato vegetal, respectivamente. O extrato vegetal foi constituído de quantidades iguais de óleo essencial de cravo, tomilho, orégano, eugenol e carvacrol. Foram utilizados 40 leitões em cada experimento, com idades iniciais e finais de, respectivamente, 21 e 56 dias Foram alocados dois leitões (um macho castrado e uma fêmea) em cada baia (unidade experimental). No ensaio de digestibilidade (Experimento I) utilizou-se o método da coleta parcial de fezes, tendo o óxido crômico (Cr203)como marcador. Ao final do Experimento I, um animal de cada unidade experimental foi abatido para análise de morfometria dos órgãos e coleta de amostras do epitélio intestinal para análise histológica e microbiológica. Nos Experimentos I, II e III, foram medidas a ftequência de diarréia e as variáveis de desempenho. A digestibilidade da matéria seca foi maior (P<0,05) para o tratamento com extratos vegetais em relação ao tratamento controle e com antimicrobianos. Durante os períodos de 1 a 14 e 1 a 35 dias de experimentação, o tratamento antimicrobiano apresentou melhores resultados (P<0,05) de peso vivo, consumo diário de ração e ganho diário de peso que os demais tratamentos. Dentre os níveis de extratos vegetais, o maior nível de inclusão foi o que proporcionou melhores resultados de desempenho. Na análise de morfometria dos órgãos, foram encontradas diferenças (P<0,05) entre os tratamentos apenas para o peso relativo do trato gastrintestinal total e do intestino delgado vazio, sendo que os melhores (menores) resultados foram obtidos para os animais suplementados com antimicrobianos. Para a histologia do epitélio intestinal, novamente os melhores resultados foram obtidos para o tratamento com antimicrobianos, tendo apresentado maior altura de vilosidade (P<O,05) e menor relação altura de vilosidade e profundidade de cripta do íleo que os tratamentos com extratos vegetais. Não foram encontradas diferenças significativas (P>O,05) para osresultados de microbiologia intestinal. A freqüência de diarréia dos animais que receberam antimicrobianos foi inferior (P<0,05) àquela do tratamento controle ou extratos vegetais no período de I a 35 dias de experimentação, indicando eficácia dos antimicrobianos em controlar a diarréia. Os extratos vegetais apresentaram resultados intermediários entre o tratamento controle e com antimicrobianos para essa variável.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.09.2005
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OETTING, Liliana Lotufo; MIYADA, Valdomiro Shigueru. Extratos vegetais como promotores do crescimento de leitões recém-desmamados. 2005.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2005. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-09112005-140849/ >.
    • APA

      Oetting, L. L., & Miyada, V. S. (2005). Extratos vegetais como promotores do crescimento de leitões recém-desmamados. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-09112005-140849/
    • NLM

      Oetting LL, Miyada VS. Extratos vegetais como promotores do crescimento de leitões recém-desmamados [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-09112005-140849/
    • Vancouver

      Oetting LL, Miyada VS. Extratos vegetais como promotores do crescimento de leitões recém-desmamados [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11139/tde-09112005-140849/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021