Exportar registro bibliográfico

Obtenção e caracterização de um fitoterápico a partir de Tanacetum parthenium: caracterização química e física do pó das partes aéreas de T. parthenium e obtenção e caracterização química, física e físico-química dos extratos hidroalcoólico e seco e de comprimidos de dissolução entérica (2005)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CHAVES, JULIANA SIQUEIRA - FCFRP
  • Unidades: FCFRP
  • Sigla do Departamento: 602
  • Subjects: FARMACOGNOSIA
  • Language: Português
  • Abstract: A espécie Tanacetum parlhenium (Asteraceae) é conhecida popularmente como "feverfew" ou "tanaceto" e vem sendo utilizada desde a antigüidade para o tratamento de várias doenças, principalmente a enxaqueca. A obtenção do comprimido de dissolução entérica a partir dessa espécie foi realizada em três etapas, iniciando-se pela caracterização botânica, química e física do material de partida (pó das partes áreas da planta); o extrato hidroalcoólico foi preparado pelo método de percolação, a partir do pó da planta, de acordo com a Farmacopéia Alemã, e o extrato seco foi obtido a partir do extrato hidroalcoólico, por meio da técnica de "spray drying", utilizando-se dióxido de sílica coloidal como adjuvante de secagem. Os comprimidos foram obtidos por compressão direta, e o revestimento entérico foi realizado com Eudragit, em leito fluidizado. O material de partida (pó da planta), os produtos intermediários (extratos hidroalcoólico e seco) e o produto final (comprimidos revestidos) foram caracterizados por ensaios químicos (teor de cinzas totais, teor de cinzas insolúveis em ácido, pH, teor de álcool, cromatografia em camada delgada, espectroscopia na região do infravermelho, teor de flavonóides, teor de partenolídeo, análise qualitativa da santina), físico-químicos (solubilidade, coeficiente de partição, dissolução e liberação do partenolídeo em pH 7,5 e 1,2) e físicos (granulometria, tamanho de partícula, índice de intumescimento, densidade, microscopia eletrônica devarredura, ângulo de repouso, dureza, higroscopicidade, resíduo seco, perda por dissecação, friabilidade e desintegração). Os ensaios foram realizados de acordo com as exigências da Organização Mundial da Saúde (OMS) e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). O partenolídeo (lactona sesquiterpênica) é o componente majoritário e um dos princípios ativos principais da espécie, e por isso, foi quantificado por Cromatografia Líquida de Alta ... Eficiência (CLAE) em todas as etapas do processo. O partenolídeo e os flavonóides, responsáveis pela ação farmacológica da planta, foram detectados em todas as etapas do processo. O extrato seco apresentou baixo ângulo de repouso (indicativo de boa fluidez) e baixo conteúdo de água e higroscopicidade {indicativos de estabilidade). As partículas apresentaram formato esférico e distribuição homogênea, o partenolídeo foi solúvel em tampão pH 7,5 (tampão do meio intestinal), porém não foi detectado em tampão pH 1,2 (tampão do meio estomacal), sendo que a presença de ciclodextrina melhorou sua solubilidade. Essas características são essenciais para obtenção de fitoterápicos de qualidade. O comprimido apresentou características dentro dos limites estabelecidos na literatura (desintegração, dureza, friabilidade), porém o teste de dissolução apresentou algumas limitações que podem ser otimizadas utilizando-se outras formas de detecção do partenolídeo ou outras metodologias analíticas. Como não foram encontradaspublicações contendo informações e especificações sobre o extrato seco e comprimidos obtidos a partir de T. parthenium, os dados obtidos neste trabalho contribuem para o estudo sobre esta planta. Entretanto são necessários estudos clínicos e farmacocinéticos para avaliar a eficácia e segurança da formulação obtida
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.05.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CHAVES, Juliana Siqueira; COSTA, Fernando Batista da. Obtenção e caracterização de um fitoterápico a partir de Tanacetum parthenium: caracterização química e física do pó das partes aéreas de T. parthenium e obtenção e caracterização química, física e físico-química dos extratos hidroalcoólico e seco e de comprimidos de dissolução entérica. 2005.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2005.
    • APA

      Chaves, J. S., & Costa, F. B. da. (2005). Obtenção e caracterização de um fitoterápico a partir de Tanacetum parthenium: caracterização química e física do pó das partes aéreas de T. parthenium e obtenção e caracterização química, física e físico-química dos extratos hidroalcoólico e seco e de comprimidos de dissolução entérica. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Chaves JS, Costa FB da. Obtenção e caracterização de um fitoterápico a partir de Tanacetum parthenium: caracterização química e física do pó das partes aéreas de T. parthenium e obtenção e caracterização química, física e físico-química dos extratos hidroalcoólico e seco e de comprimidos de dissolução entérica. 2005 ;
    • Vancouver

      Chaves JS, Costa FB da. Obtenção e caracterização de um fitoterápico a partir de Tanacetum parthenium: caracterização química e física do pó das partes aéreas de T. parthenium e obtenção e caracterização química, física e físico-química dos extratos hidroalcoólico e seco e de comprimidos de dissolução entérica. 2005 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020