Exportar registro bibliográfico

Internação em hospital psiquiátrico: o (des)caminho para vivência do cotidiano e da inserção social (2005)

  • Authors:
  • USP affiliated author: SALLES, MARIANA MORAES - EE
  • School: EE
  • Sigla do Departamento: ENP
  • Subjects: ENFERMAGEM PSIQUIÁTRICA; SAÚDE MENTAL; HOSPITAIS PSIQUIÁTRICOS; REABILITAÇÃO PSICOSSOCIAL; SERVIÇOS DE SAÚDE MENTAL
  • Language: Português
  • Abstract: A inquietação inicial deste estudo se refere à decorrência/percepção de um ciclo de reinternações dos pacientes, que contradiz a Reforma Psiquiátrica em implementação no país e aos pressupostos da Reabilitação Psicossocial. Para entender este fenômeno, procurou-se analisar o cotidiano do doente no período entre internações em um hospital psiquiátrico, a trajetória percorrida por essas pessoas, como conseguiram organizar suas ocupações, sua forma de tratamento, sua vida. Para realizar esta análise foi necessária uma revisão teórica sobre a constituição histórica das práticas em saúde mental, sobre o significado do manicômio para a sociedade e para o paciente. Foi utilizada a metodologia qualitativa e optou-se por fundamentar esta investigação no conceito de cotidiano da autora Agnes Heller, que realiza uma análise crítica do real, oferecendo um alicerce para o conhecimento da atividade prática social dos sujeitos históricos concretos. A concepção de cotidiano de Heller fundamenta-se na proposta dialética marxista, que pressupõe que nada que existe é eterno, absoluto; a vida humana está sujeita a transformações, está em constante mudança e construção. Assim, ao empregar os conceitos de cotidiano de Heller, para fundamentar teoricamente esta pesquisa, fez-se uma aproximação ao referencial do materialismo histórico - dialético. Como categoria analítica, nesta investigação, foi utilizado o conceito de Reabilitação Psicossocial, que representa um conjunto demeios, programas e serviços, que procura facilitar a vida de pessoas com transtornos mentais, pretendendo maximizar oportunidades de recuperação de indivíduos e minimizar os efeitos desabilitantes da cronificação das doenças (Pitta, 2001). A pesquisa foi desenvolvida num hospital psiquiátrico da cidade de São Paulo, a partir de entrevistas com pacientes e seus familiares. Foi possível perceber que mesmo quando o paciente não está internado, muitas vezes, ele continua a ser excluído. Se a ideologia manicomial está instaurada na sociedade, ela ultrapassa os muros do manicômio, passa a ser concretizada nas relações do paciente mesmo quando ele está fora da internação, na comunidade. Porém, constatou-se no cotidiano da população entrevistada, que o doente mental, tanto é considerado como perigoso e incapaz - sendo excluído - como, por outro lado, busca formas de se inserir na sociedade a partir do convívio com a família e das atividades que realiza. Observando o cotidiano desta população com uma lupa, nas pequenas coisas da vida, é possível perceber ocupações que são produção de sentido, e se desvela um cotidiano que pulsa para construir uma vida neste mundo compartilhado, procurando a produção de alternativas. Transformar a vida cotidiana e mudar as visões de mundo caminha junto, entrelaçado. Da mesma forma que é no cotidiano que se absorvem valores e uma visão de mundo, se muda a visão de mundo, o cotidiano se transforma; o inverso tambémpode acontecer, quando o cotidiano muda, a visão de mundo se transforma.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.09.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SALLES, Mariana Moraes; BARROS, Sônia. Internação em hospital psiquiátrico: o (des)caminho para vivência do cotidiano e da inserção social. 2005.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.
    • APA

      Salles, M. M., & Barros, S. (2005). Internação em hospital psiquiátrico: o (des)caminho para vivência do cotidiano e da inserção social. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Salles MM, Barros S. Internação em hospital psiquiátrico: o (des)caminho para vivência do cotidiano e da inserção social. 2005 ;
    • Vancouver

      Salles MM, Barros S. Internação em hospital psiquiátrico: o (des)caminho para vivência do cotidiano e da inserção social. 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020