Exportar registro bibliográfico

O possível envolvimento do óxido nítrico na modulação de comportamentos defensivos induzidos em ratos por estímulos ameaçadores (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: BEIJAMINI, VANESSA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RFA
  • Subjects: ÓXIDO NÍTRICO (USO); COMPORTAMENTO; ESTÍMULOS; FÁRMACOS PSICOTRÓPICOS
  • Language: Português
  • Abstract: Diversas evidências têm sugerido que o óxido nítrico (NO), sintetizado pela enzima óxido nítrico sintase neuronial (NOSn), possa ter um papel modulador em reações defensivas, possivelmente facilitando a ansiedade. A localização da NOSn em regiões envolvidas com reações defensivas também sugere o envolvimento do NO na ansiedade. Entretanto, a maioria dos estudos tem investigado o papel do NO através de administração direta de fármacos em estruturas cerebrais envolvidas com reações defensivas. Dessa forma, o objetivo do presente estudo foi investigar se neurônios NOS positivos, localizados em regiões do SNC de ratos relacionadas a reações defensivas, seriam ativados após exposição a eventos ameaçadores de diferentes intensidades, a exposição a um labirinto em cruz elevado (LCE) e a um predador natural (gato). A ativação neuronial foi verificada pela detecção da imunorreatividade à proteína c-Fos (IR-Fos) e a presença da NOS por meio de histoquímica para NADPH-diaforase. A exposição ao gato ou ao LCE ativou neurônios NOS positivos nos núcleos paraventricular, parte parvocelular (PVNp) e lateral (HL) do hipotálamo, núcleo dorsal da rafe (NDR) e substância cinzenta periaquedutal dorso lateral (SCPdl). Somente a exposição ao gato ativou neurônios NOS positivos na amígdala medial (AmMe), no núcleo pré-mamilar dorsal do hipotálamo (PMd) e no núcleo intersticial da estria terminal (BNST). Além disso, foi testada a hipótese de que o pré-tratamento i.c. v. com drogasansiolíticas, o AP-7, um antagonista NMDA, ou o midazolam, um benzodiazepínico, atenuaria essa ativação. O pré-tratamento com midazolam, mas não com AP7, atenuou a ativação de neurônios NOS positivos no PVNp de ratos submetidos ao LCE. Em ratos expostos ao gato, a administração de AP7 produziu efeito antiaversivo e atenuou a ativação de neurônios nitrérgicos no PVNp, no PMd, na SCPdl e no NDR. Já a microinjeção de midazolam não alterou o comportamento ... dos animais expostos ao gato, mas atenuou a ativação de neurônios nitrérgicos no PVNp, na SCPdl e no NDR. Em conjunto, os resultados sugerem que a exposição a estímulos ameaçadores ativa neurônios NOS em regiões relacionadas com reações defensivas. Além disso, a administração prévia de drogas ansiolíticas atenua essa ativação em algumas dessas regiões
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.07.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BEIJAMINI, Vanessa; GUIMARÃES, Francisco Silveira. O possível envolvimento do óxido nítrico na modulação de comportamentos defensivos induzidos em ratos por estímulos ameaçadores. 2005.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2005.
    • APA

      Beijamini, V., & Guimarães, F. S. (2005). O possível envolvimento do óxido nítrico na modulação de comportamentos defensivos induzidos em ratos por estímulos ameaçadores. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Beijamini V, Guimarães FS. O possível envolvimento do óxido nítrico na modulação de comportamentos defensivos induzidos em ratos por estímulos ameaçadores. 2005 ;
    • Vancouver

      Beijamini V, Guimarães FS. O possível envolvimento do óxido nítrico na modulação de comportamentos defensivos induzidos em ratos por estímulos ameaçadores. 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020