Exportar registro bibliográfico

Efeito da vitamina E no músculo esquelético submetido ao exercício físico e sua relação com o estresse oxidativo (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: BIAGINI, ANGELO PIVA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: ATIVIDADE FÍSICA; LESÕES NO ESPORTE; RADICAIS LIVRES; VITAMINA E (EFEITOS)
  • Language: Português
  • Abstract: O movimento voluntário é uma característica fundamental do comportamento humano. Atualmente, para alcançarem objetivos relacionados à prática da atividade física em busca do corpo perfeito, do rendimento desportivo, muitos indivíduos adotam dietas radicais e exercícios extenuantes, principalmente aqueles caracterizados por sobrecargas progressivas, e o que é mais grave, não respeitando seus próprios limites. As lesões musculares caracterizadas por alterações morfofuncionais, como o rompimento de fibras musculares, de um modo geral, são freqüentemente observadas em indivíduos que realizam algum tipo de atividade física onde há um grande número de contrações musculares, como por exemplo, no exercício extenuante, de força ou de corrida. Varias células do organismo continuamente produzem radicais livres a partir dos processos metabólicos, onde destaca -se a atividade física como sendo um fator que aumenta a geração de radicais livres em vários caminhos. Assim, a partir do oxigênio usado pela mitocôndria, de 2 a 5% são transformados em radicais livres. Portanto, o objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da vitamina E nas alterações histológicas do músculo esquelético e a formação de radicais livres. Animais com dieta normal e exercício (GDNex) e com dieta suplementada com vitamina E e exercício (GDSex), foram submetidos a um programa de corrida extenuante em esteira por 1 hora e 55 minutos a uma velocidade final de 28 metros por minuto. As análises foram feitasem tempos de 03, 24 e 72 horas após atividade. A vitamina E sérica e hepática apresentou diferença (p< 0,05) quando comparado o grupo com dieta suplementada e exercício (GDSex) e o grupo com dieta normal e exercício (GDNex) e o grupo controle (Gcontrole), respectivamente analisada nos três tempos. Os valores do MDA foram diferentes (p< 0,05) nos três tempos entre o GDSex e Gcontrole e GDNex e Gcontrole. A glutationa reduzida (GSH) não apresentou ... diferenças entre os grupos. A analise histopatológica evidencia que no tempo de 24 horas há um pico de comprometimento morfofuncional no grupo com dieta normal e exercício. O presente estudo permite apontar que a suplementação de vitamina E pode ser eficaz em manter a integridade celular e ou diminuir a formação de espécies reativas de oxigênio decorrente da atividade física
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.05.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BIAGINI, Angelo Piva; VANNUCCHI, Hélio. Efeito da vitamina E no músculo esquelético submetido ao exercício físico e sua relação com o estresse oxidativo. 2005.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2005.
    • APA

      Biagini, A. P., & Vannucchi, H. (2005). Efeito da vitamina E no músculo esquelético submetido ao exercício físico e sua relação com o estresse oxidativo. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Biagini AP, Vannucchi H. Efeito da vitamina E no músculo esquelético submetido ao exercício físico e sua relação com o estresse oxidativo. 2005 ;
    • Vancouver

      Biagini AP, Vannucchi H. Efeito da vitamina E no músculo esquelético submetido ao exercício físico e sua relação com o estresse oxidativo. 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021