Exportar registro bibliográfico

Desenvolvimento de uma dieta artificial para a criação de Nezara viridula (L., 1758) E Euschistus heros (F., 1798) e sua relação com Trissolcus basalis (Wollaston, 1858) (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: FORTES, PRISCILA - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LEF
  • Subjects: CONTROLE BIOLÓGICO; FÉCULA; FITOSSANIDADE; DIETA ANIMAL; INSETOS PARASITAS; HEMIPTERA; PERCEVEJO; SOJA
  • Language: Português
  • Abstract: A partir dos estudos biológicos de Nezara viridula (L., 1758) e Euschistus heros (F., 1798) objetivou-se, neste trabalho, desenvolver uma dieta artificial para a criação destes pentatomídeos, visando à obtenção de grande número de insetos, semelhantes àqueles da natureza, possibilitando a criação de inimigos naturais (especialmente de ovos) para a liberação em campo, com diminuição da mão-de-obra para a criação massal destes percevejos. Testou-se como substrato alternativo de postura, para os percevejos, plantas verdes de material plástico. Verificou-se o efeito das dietas artificiais, utilizadas na criação dos percevejos da soja, sobre o parasitismo de Trissolcus basalis (Wollaston, 1858), como forma de avaliar a qualidade nutricional das mesmas. Assim, realizou-se o estudo da biologia de N. viridula e E. heros em condições controladas de temperatura (25 1 C), umidade relativa (60 10%) e fotofase de 14 horas. Três dietas artificiais secas foram testadas e comparadas com a dieta natural (sementes de soja e amendoim e fruto de ligustro). Nas dietas artificiais, os adultos foram alimentados com sementes de girassol. Os resultados mostraram que as dietas artificiais secas permitiram o desenvolvimento completo de N. viridula e E. heros.. Os estudos de biologia, tabela de vida de fertilidade e análise de agrupamento ("cluster analyses") mostraram que os pentatomídeos possuem exigências nutricionais diferentes, sendo que a melhor dietapara N. viridula foi aquela contendo óleo de girassol e, para E. heros, a dieta contendo óleo de soja, como fonte de ácidos graxos. Os pentatomídeos realizaram posturas em plantas artificiais verdes embora o número de ovos tenha sido drasticamente reduzido quando comparado com plantas naturais, pois o binômio composto por estímulos químicos e táteis (visuais) é fundamental para que a postura das espécies estudadas seja comparável à da natureza. Para ambas as espécies de percevejos, as dietas artificiais secas não afetaram o parasitismo dos ovos destas espécies e nem a porcentagem de emergência e duração do período ovo-adulto do parasitóide. Desta forma, as dietas artificiais secas para N. viridula e E. heros, à base de germe-de-trigo, proteína-de-soja, dextrosol, fécula-de-batata, sacarose, celulose, óleo-de-soja e/ou girassol e solução vitamínica, permitiram o desenvolvimento completo dos insetos, embora necessitem de alguns ajustes para torná-las viáveis em uma criação massal de pentatomídeos da soja com vistas a programas de controle biológico, pois sempre foram inferiores à dieta natural. Em geral, N. viridula foi nutricionalmente mais exigente do que E. heros
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.08.2005
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FORTES, Priscila; PARRA, José Roberto Postali. Desenvolvimento de uma dieta artificial para a criação de Nezara viridula (L., 1758) E Euschistus heros (F., 1798) e sua relação com Trissolcus basalis (Wollaston, 1858). 2005.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2005. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-09092005-151732/ >.
    • APA

      Fortes, P., & Parra, J. R. P. (2005). Desenvolvimento de uma dieta artificial para a criação de Nezara viridula (L., 1758) E Euschistus heros (F., 1798) e sua relação com Trissolcus basalis (Wollaston, 1858). Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-09092005-151732/
    • NLM

      Fortes P, Parra JRP. Desenvolvimento de uma dieta artificial para a criação de Nezara viridula (L., 1758) E Euschistus heros (F., 1798) e sua relação com Trissolcus basalis (Wollaston, 1858) [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-09092005-151732/
    • Vancouver

      Fortes P, Parra JRP. Desenvolvimento de uma dieta artificial para a criação de Nezara viridula (L., 1758) E Euschistus heros (F., 1798) e sua relação com Trissolcus basalis (Wollaston, 1858) [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11146/tde-09092005-151732/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021