Exportar registro bibliográfico

Reator anaeróbio híbrido para tratamento de esgoto sanitário (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: PASSIG, FERNANDO HERMES - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SHS
  • Subjects: REATORES ANAERÓBIOS; TRATAMENTO DE ESGOTOS SANITÁRIOS
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho de investigação refere-se ao uso do reator anaeróbio híbrido para tratamento de esgoto sanitário, com configuração baseada no reator anaeróbio de manta de lodo (UASB) com inclusão de: meio suporte sobre as calhas de coleta de gás (denominado reator anaeróbio híbrido - UAHB) e, também, meio suporte na zona de reação (denominado reator anaeróbio híbrido modificado - UAHBmod). Para o desenvolvimento desta pesquisa, no Campus I da USP de São Carlos-SP foram construídos dois reatores experimentais de 18,8 'M POT.3' cada: um reator UASB, com função de controle, e um reator UAHB. Primeiramente os reatores foram operados por período de 200 dias, com tempo de detenção hidráulica (TDH) de 6 h. Após serem inoculados, com 80 dias de operação, os reatores atingiram o estado de equilíbrio dinâmico aparente, com geração de alcalinidade, baixa concentração de ácidos voláteis e eficiência de remoção média de DQO, de 84% e 85% e de DBO de 87% e 91%, respectivamente para o UASB e o UAHB. Após esse período, os reatores foram submetidos a aumento da velocidade ascensional (Vasc) (mediante recirculação do efluente) de 0,78 m/h; 1,17 m/h; 1,56 m/h e de 1,96 m/h. O UAHB mostrou ser menos susceptível ao aumento da Vasc do que o UASB. Além da análise da operação dos reatores, foram realizados os ensaios hidrodinâmicos e avaliada a estrutura da comunidade microbiana, por microscopia ótica, epifluorescência e pela técnica do DGGE. Após esse período preliminar, os reatores UAHBe UAHBmod, operados com TDH de 6h e Vasc de 0,78 m/h, atingiram o estado de equilíbrio dinâmico aparente, com geração de alcalinidade, baixa concentração de ácidos voláteis e eficiência de remoção média da matéria orgânica, de 71% e 76% em DQO, e de 72% e 87% em DBO, respectivamente para o UAHB e UAHBmod. Após este período, o reator UAHBmod, submetido a Vasc de 1,56 m/h, promoveu remoção de 74% de DQO, e de 87% de DBO
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.03.2005
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PASSIG, Fernando Hermes; CAMPOS, José Roberto. Reator anaeróbio híbrido para tratamento de esgoto sanitário. 2005.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2005. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-11042016-151713/pt-br.php >.
    • APA

      Passig, F. H., & Campos, J. R. (2005). Reator anaeróbio híbrido para tratamento de esgoto sanitário. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-11042016-151713/pt-br.php
    • NLM

      Passig FH, Campos JR. Reator anaeróbio híbrido para tratamento de esgoto sanitário [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-11042016-151713/pt-br.php
    • Vancouver

      Passig FH, Campos JR. Reator anaeróbio híbrido para tratamento de esgoto sanitário [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-11042016-151713/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021