Exportar registro bibliográfico

A noção de narcisismo na obra freudiana: implicações do narcisismo primário para uma concepção de psiquismo (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: BOCCHI, JOSIANE CRISTINA - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Subjects: NARCISISMO; RELAÇÕES DE OBJETO; IDENTIFICAÇÃO; PSICOLOGIA
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho trata do conceito freudiano de narcisismo e sua relação com uma concepção de psiquismo, no sentido de um indivíduo aberto às trocas objetais ou fechado em si mesmo. Desde sua introdução, o narcisismo vincula-se a noções de difícil apreensão, como o estatuto do ego, a concepção do objeto e a gênese das relações sujeito-mundo. Não obstante, o conceito passa por uma redefinição na passagem da primeira para a segunda tópica do aparelho psíquico, de modo que a teoria freudiana do narcisismo contém elementos que tendem a direções diferentes: para uma visão anobjetal de psiquismo, bem como para uma concepção objetal. Na era pós-Freud, o critério mais utilizado para compreender o narcisismo é a consideração da presença ou ausência do objeto desde o início da vida psíquica, gerando uma proliferação de leituras essencialmente antagônicas em termos de uma visão monádica ou intersubjetiva de aparelho psíquico. Objetiva-se procurar no pensamento freudiano uma alternativa para estas visões antagônicas da concepção de narcisismo. A primeira etapa prioriza a apresentação do movimento entre as tendências objetal e anobjetal em Freud, discutindo como o fenômeno narcísico sugere um objeto na origem do ego. À segunda etapa, corresponde uma investigação mais específica sobre o narcisismo primário e o problema do objeto nos primórdios da vida psíquica. Para entender o narcisismo no âmbito destas relações, pergunta-se o que ocorre no intervalo que precede a psicogênese doego a fim de entender qual objeto está presente nas primeiras trocas libidinais. Sabe-se que o objeto em Freud encerra diferentes sentidos e funções, por isso é importante especificá-lo para abordar sua relação com o narcisismo primário. Trata-se de um trabalho teórico, cujo método é a pesquisa na bibliografia freudiana e leitura de comentadores do seu trabalho, que deram destaque ao narcisismo. Não se pretende classificar o narcisismo entre ... concepção objetal ou anobjetal, mas sim concretizar uma leitura que permita repensar a rigorosa oposição entre narcisismo (ego) e mundo externo (objeto). Uma relativização da aparente incompatibilidade entre estes termos requer uma exata definição de qual objeto e qual modo de identificação está em jogo antes de perguntar se existe ou não relação objetal desde o início do psiquismo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.02.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BOCCHI, Josiane Cristina; FURLAN, Reinaldo. A noção de narcisismo na obra freudiana: implicações do narcisismo primário para uma concepção de psiquismo. 2005.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2005.
    • APA

      Bocchi, J. C., & Furlan, R. (2005). A noção de narcisismo na obra freudiana: implicações do narcisismo primário para uma concepção de psiquismo. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Bocchi JC, Furlan R. A noção de narcisismo na obra freudiana: implicações do narcisismo primário para uma concepção de psiquismo. 2005 ;
    • Vancouver

      Bocchi JC, Furlan R. A noção de narcisismo na obra freudiana: implicações do narcisismo primário para uma concepção de psiquismo. 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021