Exportar registro bibliográfico

Influência da mecânica intrusiva de acentuação e reversão da curva de Spee no grau de reabsorção radicular (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: CHIQUETO, KELLY FERNANDA GALVAO - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAO
  • Subjects: REABSORÇÃO DA RAIZ; CURVA DE SPEE
  • Language: Português
  • Abstract: O propósito deste estudo foi avaliar a influência da mecânica intrusiva de acentuação e reversão da curva de Spee, no grau de reabsorção radicular dos incisivos superiores e inferiores. Para tanto, selecionou-se uma amostra composta de 60 pacientes, a partir do arquivo da disciplina de Ortodontia da Faculdade de Odontologia de Bauru, apresentando as más oclusões de Classe I e II, 1 divisão, tratados sem extrações. A amostra foi dividida em dois grupos, com as seguintes características: Grupo 1, constituído por 30 pacientes apresentando uma sobremordida acentuada, tratados com mecânica intrusiva e idade média inicial de 12,8'+OU-'1,23 anos (mínimo de 10,01 e máximo de 15,32 anos); Grupo 2 constituído por 30 pacientes, apresentando um trespasse vertical normal, tratados sem mecânica intrusiva e idade média de 12,87'+OU-'1,43 anos (mínimo de 10,02 e máximo de 15,36 anos) ao início do tratamento ortodôntico. Utilizou-se as radiografias periapicais pré e pós-tratamento para avaliar o grau de reabsorção radicular e em seguida, aplicou-se o teste de Mann-Whitney para comparar os grupos. Além disso, verificou-se a correlação entre o grau de reabsorção radicular e a quantidade de movimentação dentária ocorrida durante o tratamento ortodôntico, utilizando o coeficiente de correlação de Spearman. Analisou-se também a influência da morfologia radicular no grau de reabsorção apical, utilizando o teste de Kruskal-Wallis para comparar o grau dereabsorção ocorrido nas diferentes formas radiculares. Os resultados revelaram um maior grau de reabsorção ocorrido no grupo tratado com mecânica intrusiva. O grau de reabsorção radicular demonstrou correlação estatisticamente significante com a quantidade de correção da sobremordida e com a intrusão dos incisivos centrais superiores. )Com relação à morfologia radicular, embora as raízes curtas e triangulares tenham apresentado maior reabsorção, não foi encontrada significância estatística na diferença do grau de reabsorção entre as formas radiculares
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.01.2005
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CHIQUETO, Kelly Fernanda Galvão; MARTINS, Décio Rodrigues. Influência da mecânica intrusiva de acentuação e reversão da curva de Spee no grau de reabsorção radicular. 2005.Universidade de São Paulo, Bauru, 2005. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-17082005-143419/ >.
    • APA

      Chiqueto, K. F. G., & Martins, D. R. (2005). Influência da mecânica intrusiva de acentuação e reversão da curva de Spee no grau de reabsorção radicular. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-17082005-143419/
    • NLM

      Chiqueto KFG, Martins DR. Influência da mecânica intrusiva de acentuação e reversão da curva de Spee no grau de reabsorção radicular [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-17082005-143419/
    • Vancouver

      Chiqueto KFG, Martins DR. Influência da mecânica intrusiva de acentuação e reversão da curva de Spee no grau de reabsorção radicular [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25134/tde-17082005-143419/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021