Exportar registro bibliográfico

Medidas e determinantes da mobilidade dos rendimentos do trabalho no Brasil (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: NASCIMENTO, MARCOS AURELIO DO - FEA
  • Unidade: FEA
  • Sigla do Departamento: EAE
  • Subjects: TRABALHO (RENDIMENTO); DETERMINANTES; INDICADORES ECONÔMICOS
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo realiza uma análise da evolução da mobilidade dos rendimentos reais do trabalho no Brasil para o período de 1984 a 2001. A partir dos dados da PME, Pesquisa Mensal de Emprego, calcula-se a evolução temporal de cinco indicadores de mobilidade dos rendimentos reais do trabalho, destacando suas principais diferenças entre subgrupos da amostra (genêro, faixa etária, faixa de educação e região metropolitana). Através do Método de Efeitos Fixos, aplicado a indicadores de mobilidade calculados pra células da amostra, compostas por indivíduos de características semelhantes, estima-se os determinantes econômicos e demográficos da mobilidade dos rendimentos reais do trabalho no Brasil. Dentre as variáveis econômicas, o rendimento médio real, a taxa básica de juros real e o salário mínimo real afetam positivamente a mobilidade dos rendimentos; a taxa inflação, quando controlada pelos outros fatores econômicos, apresenta apenas efeitos distributivos sobre os rendimentos, fato corroborado pelo efeito negativo do Plano Real sobre os indicadores de mobilidade baseados nas trocas entre os indivíduos; a taxa de desemprego também desempenha um papel importante na determinação da mobilidade, apresentando impactos diferentes, dependendo do conceito de mobilidade adotado. A importância das variáveis demográficas fica evidenciada tanto pelas diferenças nos níveis de mobilidade entre os diversos subgrupos da amostra como pelos resultados da análise econométrica. Os homensapresentaram, em geral, mobilidade superior às mulheres, exceto para variação direcional per capita nos rendimentos reais. Grupos mais jovens também descrevem mobilidade direcional maior nos rendimentos quando comparados com indivíduos das faixas etárias superiores, mas apresentam menor mobilidade ocasionada por trocas relativas entre os mesmos. A educação parece contribuir para diminuir a mobilidade dos rendimentos daqueles que concluíram o nível superior
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.07.2005
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NASCIMENTO, Marcos Aurélio do; SOUZA, André Portela Fernandes de. Medidas e determinantes da mobilidade dos rendimentos do trabalho no Brasil. 2005.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12140/tde-11052006-151554/ >.
    • APA

      Nascimento, M. A. do, & Souza, A. P. F. de. (2005). Medidas e determinantes da mobilidade dos rendimentos do trabalho no Brasil. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12140/tde-11052006-151554/
    • NLM

      Nascimento MA do, Souza APF de. Medidas e determinantes da mobilidade dos rendimentos do trabalho no Brasil [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12140/tde-11052006-151554/
    • Vancouver

      Nascimento MA do, Souza APF de. Medidas e determinantes da mobilidade dos rendimentos do trabalho no Brasil [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12140/tde-11052006-151554/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021