Exportar registro bibliográfico

Supressão in vivo de silenciamento gênico pós-transcricional em drosophila (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: MELLO, ENERI VIEIRA DE SOUZA LEITE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBP
  • Subjects: DROSOPHILA; GENÉTICA ANIMAL; GENÉTICA MOLECULAR
  • Language: Português
  • Abstract: Interferência gênica mediada por RNA (RNAi) é um processo no qual a introdução de RNA de dupla fita (dsRNA) nas células leva a uma inativação da expressão de genes contendo seqüências homólogas, através da degradação seqüência-específica do mRNA correspondente. Este método tem se mostrado de muita utilidade para estudos genômicos funcionais em diversos organismos, incluindo,a mosca Drosophila melanogaster, um dos mais bem caracterizados modelos animais para estudos genéticos.(FIRE et al., 1998; NGO et al.,1998; BAULCOMBE, 1999; FORTIER; BELOTE, 2000; WIANNY; ZERNICKA, 2000; KENNERDELL; CARTHEW, 1998; LAM; THUMMEL, 2000; KIM et al.; 2004). Em plantas, silenciamento gênico pós-transcricional (PTGS), que também é mediado por RNA de dupla fita pode atuar como um mecanismo de defesa contra infeccão viral (LI; DING, 2001; WATERHOUSE et al.;2001), o qual pode ser suprimido por proteínas codificadas por vírus. Uma destas proteínas é a helper component-proteinase (HC-Pro), codificada por potyvirus, a qual é capaz de antagonizar silenciamento em todos os tecidos e parece ter como alvo uma etapa envolvida na manutenção deste silenciamento (LLAVE et al.; 2000). Através de expressão transgênica, ou por vetor viral, HC-Pro é também é capaz de inibir silenciamento promovido por transgene (Anandalakshmi, et. al.,1998; Kasshau e Carrington, 1998). Recentemente Ravy e colaboradores (2004) demonstraram que a expressão de HC-Pro em cultura de células de D. melanogaster, foi capaz deinterferir com RNAi. Esta capacidade de supressão gênica em células de Drosophila, por uma proteína viral indica que pelo menos parte dos processos de RNAi e PTGS é conservada entre plantas e Drosophila. Este trabalho teve por finalidade induzir a expressão de HC-Pro em Drosophila melanogaster, com o objetivo de verificar a sua capacidade de supressão de silenciamento gênico se aplica in vivo. Através da técnica de transformação mediada por (continua...) elemento P foi obtida uma linhagem transgênica que se mostrou capaz de inibir parcialmente RNAi quando a expressão de HC-Pro foi induzida por choque térmico. Além disso, os transgênicos apresentaram um aumento de viabilidade e fertilidade em relação aos parentais. Estes resultados mostram a funcionalidade da proteína HC-Pro in vivo em Drosophila e abrem a possibilidade de seu uso sistemático neste organismo, como uma ferramenta capaz de permitir a manipulação espacial e temporal do silenciamento gênico durante o desenvolvimento.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.03.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MELLO, Eneri Vieira de Souza Leite; RAMOS, Ricardo Guelerman Pinheiro. Supressão in vivo de silenciamento gênico pós-transcricional em drosophila. 2005.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2005.
    • APA

      Mello, E. V. de S. L., & Ramos, R. G. P. (2005). Supressão in vivo de silenciamento gênico pós-transcricional em drosophila. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Mello EV de SL, Ramos RGP. Supressão in vivo de silenciamento gênico pós-transcricional em drosophila. 2005 ;
    • Vancouver

      Mello EV de SL, Ramos RGP. Supressão in vivo de silenciamento gênico pós-transcricional em drosophila. 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021