Exportar registro bibliográfico

Controle de odores no sistema de esgoto sanitário dos municípios de Santos e de São Vicente com a utilização de peróxido de hidrogênio (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: GUEDES NETO, JOAO - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PHD
  • Subjects: ESGOTOS SANITÁRIOS; CONTROLE DE ODOR DE ÁGUAS RESIDUÁRIAS
  • Language: Português
  • Abstract: mostrou muito satisfatória, obtendo-se um percentual da ordem de 19 %. ) Após este experimento, podem sintetizar os resultados no controle de odor, servindo de base para controle e para otimização de todo o restante do sistema de esgotamento sanitário das cidades de Santos e São Vicente, em relação aos odores ofensivos, formados em várias estações elevatórias dessas duas cidades, e substituir totalmente a tecnologia atualmente utilizada, atendendo a Resolução nº 20 do CONAMA, quanto ao lançamento de nitrato e de amônia em corpos receptoresOs odores característicos dos esgotos são causados, em geral, pelos gases formados no processo de decomposição e de corrosão, os quais são responsáveis pela geração de odores ofensivos encontrados no esgoto sanitário, resultantes da decomposição anaeróbia da matéria orgânica, contendo enxofre e nitrogênio e, principalmente, pela redução de sulfatos em sultetos. Este trabalho tem como objetivo principal demonstrar o resultado técnico e econômico do estudo, realizado experimentalmente em escala real, da aplicabilidade do peróxido de hidrogênio ('H IND.2''O IND.2') no controle de odor, associado ao gás sulfídrico ('H IND.2'S), proveniente de uma das bacias do sistema de esgoto sanitário do município de Santos, com início na EEE 5 e 6 e final na Estação Terminal (Usina), localizada dentro da estação de pré-condicionamento (EPC) da SABESP, na cidade de Santos. Os dados foram obtidos com equipamentos de medição e de análises laboratoriais. O parâmetro que se mostrou mais eficiente e que atendeu às expectativas de controle foi o 'H IND.2'S, através do analisador de 'H IND.2'S purgável na fase líquida. Deve-se entender que essa tecnologia de peróxido de hidrogênio, além de oxidar o gás sulfídrico ('H IND.2'S), quando formado, também previne a sua formação durante o transporte do efluente doméstico até a disposição final, no emissário submarino da SABESP, em Santos. Ressalta-se a economia obtida com essa tecnologia em comparação com a atual de nitrato de amônio, que se
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.05.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GUEDES NETO, João; TSUTIYA, Milton Tomoyuki. Controle de odores no sistema de esgoto sanitário dos municípios de Santos e de São Vicente com a utilização de peróxido de hidrogênio. 2005.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.
    • APA

      Guedes Neto, J., & Tsutiya, M. T. (2005). Controle de odores no sistema de esgoto sanitário dos municípios de Santos e de São Vicente com a utilização de peróxido de hidrogênio. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Guedes Neto J, Tsutiya MT. Controle de odores no sistema de esgoto sanitário dos municípios de Santos e de São Vicente com a utilização de peróxido de hidrogênio. 2005 ;
    • Vancouver

      Guedes Neto J, Tsutiya MT. Controle de odores no sistema de esgoto sanitário dos municípios de Santos e de São Vicente com a utilização de peróxido de hidrogênio. 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021