Exportar registro bibliográfico

Expressão, purificação e caracterização estrutural da proteína recombinante humana rhPIF/DCD (Proteolysis-inducing factor/Dermcidin) (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: MAJCZAK, GLADIS ANNE HORACEK - ICB
  • Unidade: ICB
  • Sigla do Departamento: BMF
  • Subjects: FARMACOLOGIA; PROTEÍNAS; ESPECTROMETRIA DE MASSAS; PEPTÍDEOS; ANTIBIÓTICOS; CITOCINAS
  • Language: Português
  • Abstract: PIF/DCD (Proteolysis-Inducing Factor/Dermcidin) é um novo gene humano mapeado no cromossomo (12q13.1). A mensagem codifica uma proteína de 110 aminoácidos e foi identificada inicialmente em melanócitos benignos e malignos. A porção N-terminal apresenta similaridade com uma glicoproteína de 24 kDa isolada de tumor de camundongo MAC-16 envolvida no processo de caquexia. Neste trabalho foram investigadas as características estruturais da proteína recombinante de 110 aminoácidos produzida em cultivo de E. coli BL21 (DE3) e transformada com o vetor de expressão pAE-PIF. A purificação da proteína recombinante foi feita em três passos: cromatografia de afinidade, gel filtração e de troca iônica. A seqüência da proteína purificada (HPLC) foi determinada por espectrometria de massa (LC/MS-TOF), por mapa peptídico. Verificou-se a predominância de um componente com massa molecular de 21.1 kDa, que corresponde à dois homodímeros da proteína de 11 kDa, unidos por ponte dissulfeto, nos resíduos de cisteína na posição 26. A proteína rhPIF/DCD apresentou alteração na sua mobilidade em SDS/PAGE (16 kDa). Nos ensaios com tripsina foram identificados 15 peptídeos, no tempo de 5 minutos. As análises por CD mostraram que a proteína não possui uma estrutura 3D definida, mas assume níveis de estrutura secundária, na presença de TFE (40-100 %) e SDS (5-20 mM). A determinação da sua estrutura 3D por cristalografia de raio-X e RNM não foi indicada. Programas de predição (PONDR ;DisEMBL; DisPROT) indicaram uma longa região de desordem na seqüência da proteína (aminoácidos 1-63; 1-95; 1-102), sem tendência a formar -agregados (TANGO) e não há probabilidade de glicosilação do tipo mucina (GalNAc). Foram encontrados dois sítios de reconhecimento de fosforilação (EAASAPGS e QRSSLLE) pelas enzimas GSK3 e PKA (ELM). Os dados sugerem que a proteína rhPIF/DCD pertence à classe das proteínas intrinsicamente desordenadas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.07.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MAJCZAK, Gladis Anne Horacek; BELIZÁRIO, José Ernesto. Expressão, purificação e caracterização estrutural da proteína recombinante humana rhPIF/DCD (Proteolysis-inducing factor/Dermcidin). 2005.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005.
    • APA

      Majczak, G. A. H., & Belizário, J. E. (2005). Expressão, purificação e caracterização estrutural da proteína recombinante humana rhPIF/DCD (Proteolysis-inducing factor/Dermcidin). Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Majczak GAH, Belizário JE. Expressão, purificação e caracterização estrutural da proteína recombinante humana rhPIF/DCD (Proteolysis-inducing factor/Dermcidin). 2005 ;
    • Vancouver

      Majczak GAH, Belizário JE. Expressão, purificação e caracterização estrutural da proteína recombinante humana rhPIF/DCD (Proteolysis-inducing factor/Dermcidin). 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021