Exportar registro bibliográfico

Dinâmica espacial do cancro cítrico, interação com a larva minadora dos citros (Phyllocnistis citrella) e diversidade genética do seu agente causal (Xanthomonas axonopodis PV. citri) (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: BELASQUE JUNIOR, JOSE - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LEF
  • Subjects: BACTÉRIAS AERÓBICAS GRAM-NEGATIVAS; CANCRO (DOENÇA DE PLANTA); EPIDEMIOLOGIA; MOSCA MINADORA; REAÇÃO EM CADEIA POR POLIMERASE
  • Language: Português
  • Abstract: O cancro cítrico é uma das principais doenças da cultura dos citros. Possui como provável centro de origem o Continente Asiático, no qual é endêmica, estando também presente nos dois maiores produtores mundiais de cítricos - Brasil e Estados Unidos. É caracterizada como uma doença quarentenária e programas de erradicação são empregados em áreas comerciais da cultura. No presente trabalho foram desenvolvidas escalas diagramáticas para auxiliar na avaliação da severidade do cancro cítrico em folhas, ferramenta útil na condução de estudos epidemiológicos e na avaliação da resistência varietal, entre outros exemplos. As avaliações realizadas com as escalas foram suficientemente acuradas, precisas e reprodutíveis e o treinamento dos avaliadores permitiu o aumento da precisão das estimativas. Outro aspecto importante deste patossistema é a interação existente com a larva minadora dos citros (Phyllocnistis citrella). Após a introdução deste inseto no Brasil, em 1996, novos focos da doença passaram a ser observados, em associação com as injúrias provocadas por suas fases imaturas. Vários experimentos foram conduzidos, sob condições controladas, de modo a determinar se existe uma relação patógeno-vetor entre Xanthomonas axonopodis pv. citri e P. citrella, e também para explicar de que forma o inseto está envolvido nos aumentos da incidência e severidade do cancro cítrico Verificou-se que a propagação do cancro cítrico, exclusivamente por adultos de P. citrella, nãoé um evento comum na natureza e, por essa razão, não possui importância epidemiológica As injúrias provocadas pelas fases imaturas aumentam a incidência da doença, com reflexo na AUDPC, há uma redução no período de incubação em plantas infestadas com o inseto, os tecidos doentes apresentam maiores severidades e as injúrias demoram a cicatrizar, permitindo infecções por períodos mais longos. Em outro estudo resultados também foram obtidos quanto à dinâmica espacial do cancro cítrico em pomares sob condições naturais de infecção. As plantas doentes apresentaram-se sob padrões de agregação nas linhas de plantas e entre linhas, tendo sido mais pronunciado nas linhas. O estudo dos gradientes de doença revelou melhor ajuste do modelo Potência inversa e os coeficientes angulares obtidos decresceram com os aumentos da incidência da doença. Foram observadas distâncias entre plantas doentes de até 177,16 m, e as distâncias médias foram, na maioria dos casos, superiores a 30 m. O estudo da diversidade genética de isolados de Xanthomonas axonopodis pv. citri, originários do Estado de São Paulo, usando-se genes IS's como sondas para Southern blot, permitiu a identificação de polimorfismo genético e a diferenciação de isolados de Xac. Os índices de diversidade genética obtidos variaram de 0,09 a 0,94 (Nei) e mostraram-se dependentes das populações e sondas estudadas. A técnica descrita é a de maior poder discriminante dentre as já testadas comXac, sendo, potencialmente, a melhor técnica na definição da estrutura genética de populações desse patógeno e na identificação de origem de focos. Os resultados obtidos com FAFLP diferiram da genotipagem realizada com IS-RFLP e apenas seis haplótipos foram identificados. As sondas utilizadas permitiram uma relativa separação dos isolados, baseada nas populações estudadas estudadas e na origem geográfica destes, apesar da baixa robustez observada.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.04.2005
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BELASQUE JÚNIOR, José; AMORIM, Lílian. Dinâmica espacial do cancro cítrico, interação com a larva minadora dos citros (Phyllocnistis citrella) e diversidade genética do seu agente causal (Xanthomonas axonopodis PV. citri). 2005.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2005. Disponível em: < https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-20191220-143807/ >.
    • APA

      Belasque Júnior, J., & Amorim, L. (2005). Dinâmica espacial do cancro cítrico, interação com a larva minadora dos citros (Phyllocnistis citrella) e diversidade genética do seu agente causal (Xanthomonas axonopodis PV. citri). Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-20191220-143807/
    • NLM

      Belasque Júnior J, Amorim L. Dinâmica espacial do cancro cítrico, interação com a larva minadora dos citros (Phyllocnistis citrella) e diversidade genética do seu agente causal (Xanthomonas axonopodis PV. citri) [Internet]. 2005 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-20191220-143807/
    • Vancouver

      Belasque Júnior J, Amorim L. Dinâmica espacial do cancro cítrico, interação com a larva minadora dos citros (Phyllocnistis citrella) e diversidade genética do seu agente causal (Xanthomonas axonopodis PV. citri) [Internet]. 2005 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11135/tde-20191220-143807/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021