Exportar registro bibliográfico

Diversidade genética em população natural de Eremanthus erythropappus (DC.) MacLeish como base para o manejo florestal (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: BARREIRA, SYBELLE - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LCF
  • Subjects: ISOENZIMAS; ÁRVORES FLORESTAIS; COMPOSITAE; VARIAÇÃO GENÉTICA EM PLANTAS; ELETROFORESE; MANEJO FLORESTAL
  • Language: Português
  • Abstract: A grande biodiversidade nas florestas tropicais, a elevada exploração de florestas e as poucas espécies estudadas do ponto de vista genético levaram a este estudo que é essencial para o manejo sustentável e a conservação genética de espécies, sendo importante no controle da redução da diversidade genética natural permitindo que as espécies se mantenham vivas e reprodutivas ao longo dos tempos. Entre as diversas espécies arbóreas brasileiras submetidas a práticas de manejo, tem-se a candeia (Eremanthus erythropappus). Os objetivos foram quantificar e comparar a variabilidade genética intrapopulacional e sistema de reprodução de candeia e antes e após o manejo, através da técnica de eletroforese de isoenzimas em uma população natural de candeia. Para as progênies as heterozigosidades observadas foram altas 0,357 e 0,423 e heterozigosidades esperadas 0,403 e 0,425. Para os adultos foram 0,299 e 0,399. A porcentagem dos locos polimórficos variou de 76 a 100% entre progênies e adultos. O número de alelos por loco variou de 2,3 nos adultos e 2,57 em progênies antes e após o manejo. Nas progênies não houve diferença significativa entre estes valores indicando que a população encontra-se em EHW, tal fato pode ser comprovado pelo índice de fixação significativamente igual a zero (0,112 e 0,005) antes e após manejo, respectivamente. Os resultados do sistema de reprodução foram: taxa de cruzamento alta na análise antes (0,963) e pós manejo (0,967)indicando que a espécie é de reprodução mista; ocorreram cruzamentos entre aparentados tanto na população antes do manejo como na pós manejo, com estimativas entre 3 e 5%; as estimativas da correlação de autofecundação ( ) foi alta nas duas populações (0,188 e 0,179), sendo ambas significativas, sugerindo que os indivíduos de autofecundação encontram-se aleatoriamente distribuídos nas progênies não existindo a tendência de algumas progênies apresentarem mais indivíduos de autofecundação do que outros. A correlação de paternidade foi significativamente diferente de zero (0,414 e 0,368), sugerindo que uma parte das progênies de cruzamentos foi gerada pelo mesmo parental materno e paterno, indicando haver a presença de cruzamentos biparentais dentro das populações. As estimativas do número médio de indivíduos polinizadores efetivos por árvore, foram baixas, em torno de 2 a 3 polinizadores por árvore. O sistema misto tem implicações na estimativa do tamanho efetivo de variância (Ne(v)), os valores estimados para este parâmetro foram de 1,99 e 2,08 para população antes do manejo e posterior ao manejo, respectivamente. O valor estimado para o coeficiente de coancestria dentro das progênies antes do manejo (0,229) e posteriores ao manejo (0,222) foram superiores em 83,2% e 77,6% ao esperado em progênies de meios-irmãos (0,125). O tamanho efetivo de endogamia foi de 178,4, 51 e 49 indivíduos em adultos, progênies antes e após o manejo, respectivamente.Os resultados indicam forte estrutura genética espacial na população, com árvores próximas até 200 m apresentando algum grau de parentesco, com 95% de probabilidade. Estes resultados indicam que a espécie é passível de manejo e que este não afetou a diversidade nesta geração
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.05.2005
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARREIRA, Sybelle; KAGEYAMA, Paulo Yoshio. Diversidade genética em população natural de Eremanthus erythropappus (DC.) MacLeish como base para o manejo florestal. 2005.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2005. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-02082005-114436/ >.
    • APA

      Barreira, S., & Kageyama, P. Y. (2005). Diversidade genética em população natural de Eremanthus erythropappus (DC.) MacLeish como base para o manejo florestal. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-02082005-114436/
    • NLM

      Barreira S, Kageyama PY. Diversidade genética em população natural de Eremanthus erythropappus (DC.) MacLeish como base para o manejo florestal [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-02082005-114436/
    • Vancouver

      Barreira S, Kageyama PY. Diversidade genética em população natural de Eremanthus erythropappus (DC.) MacLeish como base para o manejo florestal [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11150/tde-02082005-114436/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021