Exportar registro bibliográfico

Azul de metileno na prevenão e tratamento do choque anafilático induzido pelo composto 48/80, em porcas: estudo clínico, hemodinâmico, bioquímico e da reatividade vascular in vitro (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: MENARDI, ANTONIO CARLOS - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCA
  • Subjects: CHOQUE (TRATAMENTO;PREVENÇÃO E CONTROLE); PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS OPERATÓRIOS
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivo: Testar o azul de metileno (AM) na profilaxia e no do choque anafilático induzido pelo Composto 48/80 (C48/80), um potente liberador de histamina. Projeto de estudo: Estudo prospectivo e controlado. Local: Laboratório de pesquisa, FMRP-USP. Animais: Porcas. Intervenções: O protocolo incluiu 5 grupos experimentais: Grupo I (Controle) - os animais foram observados sem ação de nenhuma droga; Grupo II (AM) - infusão de AM, 2 mg/kg; Grupo III (C48/80) - choque anafilático induzido pela infusão de C48/80, 4 mg/kg; Grupo IV (C48/80 + AM) - choque anafilático induzido pela infusão de C48/80, 4 mg/kg, seguido da infusão de AM, 2 mg/kg; Grupo V (AM + C48/80) - tentativa de prevenção do choque anafilático com AM, 2 mg/kg EV, 3 min antes da infusão do C48/80, 4 mg/kg. Mediram-se variáveis hemodinâmicas, Hto, glicemia, lactato, malondialdeído e NOx plasmáticos. Realizou-se, também, estudo in vitro, da reatividade vascular em artérias coronária, mesentérica superior, hepática e renal, nos grupos I, II e III, apenas, para se determinar eventual efeito do C48/80 e do AM na função endotelial. Principais resultados: 1) O AM não alterou a pressão arterial média, nem o debito cardíaco, o hematócrito demonstrando sua segurança sobre o aparelho cardiovascular; 2) O C48/80 não foi 100% efetivo na produção de choque anafilático; 3) O AM, administrado após o C48/80, amenizou, muito pouco, o choque anafilático; 4) A tentativa de prevenir o choque anafilático com AM quase nãoteve beneficio, pois só as manifestações clínicas da anafilaxia foram, levemente minoradas; 5) O estudo in vitro, da reatividade vascular, não demonstrou disfunção. Conclusão: O AM possui mínimo efeito profilático no choque anafilático experimental. Seu efeito terapêutico é, igualmente, pouco consistente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.02.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MENARDI, Antonio Carlos; VICENTE, Walter Villela de Andrade. Azul de metileno na prevenão e tratamento do choque anafilático induzido pelo composto 48/80, em porcas: estudo clínico, hemodinâmico, bioquímico e da reatividade vascular in vitro. 2005.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2005.
    • APA

      Menardi, A. C., & Vicente, W. V. de A. (2005). Azul de metileno na prevenão e tratamento do choque anafilático induzido pelo composto 48/80, em porcas: estudo clínico, hemodinâmico, bioquímico e da reatividade vascular in vitro. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Menardi AC, Vicente WV de A. Azul de metileno na prevenão e tratamento do choque anafilático induzido pelo composto 48/80, em porcas: estudo clínico, hemodinâmico, bioquímico e da reatividade vascular in vitro. 2005 ;
    • Vancouver

      Menardi AC, Vicente WV de A. Azul de metileno na prevenão e tratamento do choque anafilático induzido pelo composto 48/80, em porcas: estudo clínico, hemodinâmico, bioquímico e da reatividade vascular in vitro. 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021