Exportar registro bibliográfico

Novos genes de Drosophila melanogaster caracterização da estrutura e expressão (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: MAIA, RAFAELA MARTINS - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBP
  • Subjects: DROSOPHILA; EXPRESSÃO GÊNICA; GENÉTICA MOLECULAR
  • Language: Português
  • Abstract: ORESTES (Open Reading Frame Expressed Sequence Tags) são seqüências obtidas de uma única leitura, com o objetivo de gerar informação de seqüência expressa em larga escala. Em comparação com os métodos convencionais, por basear-se na aplicação de RT-PCR de baixa estringência, o método ORESTES gera informações preferencialmente da porção central do transcrito, além de permitir a identificação de seqüências transcritas em menor abundância. Com o objetivo de identificar e caracterizar a estrutura e expressão de novos genes de Drosophila melanogaster, neste trabalho analisamos 176 ORESTES que não correspondiam a regiões preditas como gene na primeira versão do genoma deste organismo. Através de análises in silico identificamos 39 seqüências que não apresentam similaridade significativa com qualquer seqüência de cDNA ou EST presentes em bancos de dados públicos atuais; 35 das quais são derivadas de regiões ainda não anotadas na versão mais recente do genomas ("Release 4"). Quatro destas ORESTES, que obedeciam a pelo menos um dos seguintes critérios: exibir sítios de splicing quando alinhadas com a seqüência genômica, possuir potencial codificador (Genscan) ou apresentar similaridade significativa com seqüência de aminoácidos, foram validadas por hibridação em northern blots. Os transcritos representados por três destas ORESTES foram caracterizados quanto a estrutura primária e padrão de expressão no desenvolvimento. Um deles codifica a proteína mitocondrialTim22. Os outros dois são detectados apenas em RNA poli A +. Desses, um codifica uma nova serina protease e é produto de um gene que faz parte de um grupo de genes de serina proteases localizados na região cromosssômica 88Al-2. O outro mRNA tem expressão aumentada em larvas do terceiro estágio e codifica uma seqüência de 120 aminoácidos, rica e~ histidina, que não apresenta similaridade com qualquer seqüência de polipeptídio conhecida. As outras 35 ORESTES, ... que não apresentam potencial codificador avaliado pelo Genscan foram submetid.as a análises computacional para avaliar a potencialidade de representarem precursores de microRNAs. Dentre estas ORESTES identificamos duas cuja estrutura secundária é compatível com a formação de hairpin. Uma delas apresenta similaridade com o microRNA mir-316 de Drosophila
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.01.2005

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MAIA, Rafaela Martins; PAÇÓ-LARSON, Maria Luisa. Novos genes de Drosophila melanogaster caracterização da estrutura e expressão. 2005.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2005.
    • APA

      Maia, R. M., & Paçó-Larson, M. L. (2005). Novos genes de Drosophila melanogaster caracterização da estrutura e expressão. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Maia RM, Paçó-Larson ML. Novos genes de Drosophila melanogaster caracterização da estrutura e expressão. 2005 ;
    • Vancouver

      Maia RM, Paçó-Larson ML. Novos genes de Drosophila melanogaster caracterização da estrutura e expressão. 2005 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021