Exportar registro bibliográfico

Perfil metabólico e ruminal de garrotes submetidos às condições de alimentação normal, jejum e realimentação (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: MARUTA, CELSO AKIO - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCM
  • Subjects: JEJUM; BOVINOS
  • Language: Português
  • Abstract: Estudou-se o efeito da alimentação, do jejum e da realimentação sobre o perfil metabólico e ruminal de bovinos em crescimento. Para tal, empregaram-se 12 garrotes mestiços, com cerca de 300 kg, obtendo-se amostras de sangue e fluido ruminal no decorrer dos seguintes períodos: 11 horas de alimentação normal (período pós-prandial), 48 horas consecutivas de jejum alimentar, seguida de 48 horas de realimentação. Comparado com o período pós-prandial, o jejum provocou as seguintes modificações: moderada hipoglicemia; acompanhada por marcante lipólise, detectada pelo aumento nos teores plasmáticos de ácidos graxos livres; ausência de lipidose hepática, visto que não ocorreram alterações na atividade da aspartato aminotransferase e nos teores de colesterol sérico; discreta cetogênese, confirmada pela pequena elevação de b-hidroxibutirato; e certo grau de proteólise, verificado pelo aumento dos teores de uréia sérica e da excreção urinária de uréia. Nesse mesmo período ocorreu uma ligeira hipovolemia, caracterizada pelo aumento no déficit de volume intravascular. Este quadro metabólico verificado durante o jejum foi completamente revertido durante a realimentação, com exceção da proteólise que foi temporariamente maior. O jejum provocou notável modificação no perfil ruminal: intensa elevação no pH do fluido; diminuição marcante na flora e fauna que foi detectada, respectivamente, pela menor quantidade de matéria seca bacteriana e expressiva redução no número deprotozoários; notória elevação no tempo de redução do azul de metileno; queda no índice de excreção urinária de alantoína, contudo sem alteração no índice de excreção urinária de ácido úrico. A realimentação promoveu completa e rápida recuperação das variáveis do perfil ruminal, com exceção do número de protozoários, que embora tenha se elevado, não atingiu os valores basais. A prova de redução de azul de metileno apresentou alta correlação positiva (r = 0,89) ) com a quantidade de matéria seca bacteriana. Devido à facilidade, rapidez e praticidade de ser conduzida e a alta sensibilidade indica-se a prova de redução do azul de metileno como teste de eleição na análise do perfil ruminal
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.03.2005
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARUTA, Celso Akio; ORTOLANI, Enrico Lippi. Perfil metabólico e ruminal de garrotes submetidos às condições de alimentação normal, jejum e realimentação. 2005.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2005. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-15042008-140504/ >.
    • APA

      Maruta, C. A., & Ortolani, E. L. (2005). Perfil metabólico e ruminal de garrotes submetidos às condições de alimentação normal, jejum e realimentação. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-15042008-140504/
    • NLM

      Maruta CA, Ortolani EL. Perfil metabólico e ruminal de garrotes submetidos às condições de alimentação normal, jejum e realimentação [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-15042008-140504/
    • Vancouver

      Maruta CA, Ortolani EL. Perfil metabólico e ruminal de garrotes submetidos às condições de alimentação normal, jejum e realimentação [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-15042008-140504/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021