Exportar registro bibliográfico

Análise da distribuição periodontal de forças oclusais em função de características anat6omicas dentais e esquelética associadas (2002)

  • Authors:
  • Autor USP: FREITAS, RENATA RODRIGUES DE - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAP
  • Subjects: SISTEMA ESTOMATOGNÁTICO; DENTE; ANATOMIA
  • Language: Português
  • Abstract: Considerando a importância do mecanismo de distribuição e neutralização das forças que incidem no sistema estomatognático e a polêmica em torno do seu envolvimento na homeostasia do periodonto de sustentação, desenvolveu-se estudo para análise da correlação entre a inclinação dos dentes no arco dental, características do plano oclusal e angularidade do movimento dos dentes inferiores (direção da aplicação das forças) em função da localização do eixo cinemático de rotação mandibular. Para tanto, foram montados o modelo superior e inferior de 15 pacientes em articulador semi-ajustável, porém usando o eixo cinemático de rotação como referência posterior para o arco facial e o registro da Relação Cêntrica para montagem do modelo inferior. Após a montagem dos modelos, a face vestibular dos dentes posteriores superiores de ambos os lados foram visualizadas em fotografias digitais padronizadas. Radiografias obtidas pela técnica da bissetriz foram então superpostas às imagens dos dentes, simulando as suas posições na boca dos pacientes, de modo que puderam ser transferidas e trabalhadas em computador, conforme programas Adobe Photoshop 5.0 (Adobe) e Corel Draw 9.0 (Corel), possibilitando a obtenção dos dados acima referidos. Para a distância eixo de rotação-ponto interincisivos superiores encontrou-se média de 100,8673 mm, variando de 88,94 a 107,985 mm. As inclinações dos dentes superiores aumentaram de 88,47433 graus no primeiro pré-molar para 94,92867 grausno segundo molar e a dos inferiores diminuíram de 74,41867 graus no primeiro pré-molar para 63,616 graus no segundo molar, com tendência de aumento da angularidade nos dentes superiores e diminuição nos inferiores no sentido de mesial para distal. A angularidade do segmento de arco descrito pelos dentes inferiores no movimento de elevação variou de 60,4025 graus no primeiro pré-molar a 46,2762 graus no segundo molar. A angularidade média do plano oclusal ) foi da ordem de 10,804 graus, enquanto a distância da ponta das cúspides ao plano horizontal diminuiu de pré-molares para molares no arco superior e aumentaram no inferior, caracterizando a curva de Spee. O fato do plano oclusal e da curva de Spee não se apresentarem no plano que passa pelo eixo de rotação mandibular faz com que os segmentos de arco descritos pelos dentes inferiores na elevação e abaixamento da mandíbula não sejam conc6entricos, de modo que há tendências da angularidade diminuir para distal, concordantemente, porém não coincidentemente, com a tendência de aumentar a angularidade de inclinação dos dentes superiores de pré-molares para molares e diminuir a dos inferiores no mesmo sentido. A análise conjunta desses fatores leva a crer que não há coincidência da direção de aplicação das forças oclusais com o longo eixo dos dentes, de modo que o mecanismo de transmissão e neutralização das forças oclusiais deve levar em consideração não apenas o componente axial, mas também o anterior
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 11.12.2002

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FREITAS, Renata Rodrigues de; PASSANEZI, Euloir. Análise da distribuição periodontal de forças oclusais em função de características anat6omicas dentais e esquelética associadas. 2002.Universidade de São Paulo, Bauru, 2002.
    • APA

      Freitas, R. R. de, & Passanezi, E. (2002). Análise da distribuição periodontal de forças oclusais em função de características anat6omicas dentais e esquelética associadas. Universidade de São Paulo, Bauru.
    • NLM

      Freitas RR de, Passanezi E. Análise da distribuição periodontal de forças oclusais em função de características anat6omicas dentais e esquelética associadas. 2002 ;
    • Vancouver

      Freitas RR de, Passanezi E. Análise da distribuição periodontal de forças oclusais em função de características anat6omicas dentais e esquelética associadas. 2002 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021