Exportar registro bibliográfico

Fertilidade do solo no acúmulo de forragem e nutrição do capim-tanzânia sob pastejo na região dos cerrados (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: SANTOS JUNIOR, JOAO DE DEUS GOMES DOS - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LSN
  • Subjects: CAPIM-TANZÂNIA; FERTILIDADE DO SOLO; FERTILIZANTES NPK; FORRAGEM; NUTRIÇÃO VEGETAL; PRODUÇÃO VEGETAL
  • Language: Português
  • Abstract: O número de sistemas intensivos de produção de bovinos a pasto no Brasil tem crescido nos anos mais recentes em razão do esmero do setor pecuário em se aprimorar como uma atividade economicamente viável e capaz de competir no mercado externo. Dentre os fatores de intensificação da produção de carne a pasto destaca-se o papel primordial do manejo da fertilidade do solo, desde que acompanhada de eficiente utilização da forragem produzida e posterior conversão em produto animal. Um experimento foi conduzido na Embrapa Gado de Corte, localizada em Campo Grande-MS, com o objetivo de avaliar o efeito de quatro condições de fertilidade do solo na produção de forragem, concentração e acúmulo de macronutrientes em capim-Tanzânia (Panicum maximum cv. Tanzânia) ao longo de ciclos de pastejo no verão e outono. O delineamento experimental foi o de blocos completos ao acaso, em parcelas subdivididas, com três repetições. Os tratamentos consistiram da combinação entre duas doses de calcário, fósforo e potássio (CPK1 e CPK2) e duas doses de nitrogênio (N1 e N2), assim dispostas: a) CPK1: aplicação de fósforo de 30 kg ha-1 ano-1 e de potássio de 50 kg ha-1ano-1, associado à calagem para elevar a porcentagem de saturação por bases a 50%; b) CPK2: aplicação de fósforo e potássio de 60 e 100 kg ha-1 ano-1, respectivamente, associado à calagem para elevar a porcentagem de saturação por bases a 70%; c) N1: dose de nitrogênio de 150 kg ha-1 ano-1; d) N2: dose de nitrogênio de300 kg ha-1 ano-1. Amostragens foram realizadas nos tempos de rebrotação de 0, 12, 19, 26, 34 e 40 dias, no ciclo de pastejo de verão, e aos 0, 10, 18, 25 e 31 dias, no ciclo de outono(continua) )Em cada tempo de rebrotação foram descritos a altura e o índice de área foliar do dossel (IAF), como atributos que caracterizam a pastagem do ponto de vista de sua estrutura. Ao final do período de crescimento do verão (aos 40 dias) foram obtidas produções de lâminas foliares de 4616 e 3292 kg ha-1 nas doses de nitrogênio N2 e N1, respectivamente. Tornou-se evidente o aumento da proporção de folhas em relação à de colmos+bainhas pelas doses de nitrogênio, bem como o expressivo efeito das doses de calcário, fósforo e potássio na produção de colmos+bainhas, indicando a necessidade de mais estudos do efeito de nutrientes na plasticidade morfológica do capim-Tanzânia. Quanto ao acúmulo de macronutrientes pelo capim-Tanzânia foi observado expressivo efeito da massa seca de forragem, mesmo em situações onde o efeito de diluição foi acentuado como verificado para o nitrogênio, fósforo, potássio e enxofre. Em ambos os ciclos de pastejo o acúmulo de macronutrientes foi em ordem decrescente: K>N>Ca>Mg>P>S. (continua) )No crescimento de verão, a taxa de acúmulo de nitrogênio da parte aérea das plantas foi devida ao acúmulo do nutriente nas lâminas foliares, sendo observados os valores de 1,3 e 2,6 kg ha-1 dia-1, nas doses de nitrogênio N1 e N2, respectivamente. As doses denitrogênio diferiram quanto ao acúmulo de nitrogênio na parte aérea a partir dos 19 dias, o qual esteve associado à altura de 87 e 89 cm e IAF de 2,2 e 3,2 nas doses de nitrogênio N1 e N2, respectivamente. As doses de calcário, fósforo e potássio alteraram significativamente os teores de cálcio e magnésio no solo, principalmente nas camadas superficiais. Por outro lado, as doses de nitrogênio foram mais efetivas em favorecer o acúmulo de cálcio e magnésio na parte aérea do capim, os quais estiveram relacionados com o expressivo aumento da massa seca, e às variações nas concentrações desses nutrientes ao longo do período de crescimento. As condições de fertilidade do solo CPK1N1 e CPK1N2 supriram as necessidades nutricionais do capim-Tanzânia para sustentar produções significativas de lâminas foliares no ciclo de pastejo de verão. Também, atenderam as necessidades nutricionais no ciclo de outono, onde a produção vegetal foi limitada por aspectos climáticos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.03.2005
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS JUNIOR, João de Deus Gomes dos; MONTEIRO, Francisco Antônio. Fertilidade do solo no acúmulo de forragem e nutrição do capim-tanzânia sob pastejo na região dos cerrados. 2005.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2005. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-08062005-155015/ >.
    • APA

      Santos Junior, J. de D. G. dos, & Monteiro, F. A. (2005). Fertilidade do solo no acúmulo de forragem e nutrição do capim-tanzânia sob pastejo na região dos cerrados. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-08062005-155015/
    • NLM

      Santos Junior J de DG dos, Monteiro FA. Fertilidade do solo no acúmulo de forragem e nutrição do capim-tanzânia sob pastejo na região dos cerrados [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-08062005-155015/
    • Vancouver

      Santos Junior J de DG dos, Monteiro FA. Fertilidade do solo no acúmulo de forragem e nutrição do capim-tanzânia sob pastejo na região dos cerrados [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-08062005-155015/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021