Exportar registro bibliográfico

Caracterização dos meios de cultivo de viveiros de carcinicultura e da lagoa de disposição dos efluentes no Rio Grande do Norte: subsídios para proteção dos ecossistemas deste estudo (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: CUNHA, PAULO EDUARDO VIEIRA - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SEM
  • Subjects: CARCINOCULTURA; CAMARÃO; VIVEIROS; LAGOAS DE ESTABILIZAÇÃO; SAÚDE AMBIENTAL
  • Language: Português
  • Abstract: O cultivo de camarões é uma importante atividade econômica em zonas costeiras de muitos países. No Brasil, a carcinicultura teve início no Rio Grande do Norte em 1973 e, atualmente, consolida-se como principal produto da pauta de exportação desse estado, sucesso devido principalmente ao seu clima semi-árido, à vasta costa litorânea com extensas áreas estuarinas e lagoas costeiras, à topografia e ao solo, todos eles fatores adequados a essa atividade. A carcinicultura exerce importante papel sócio econômico, ético e de cidadania por : criar empregos em diferentes níveis de trabalho; minimizar os índices de pobreza; incentivar a dieta alimentar rica em proteínas além de, drasticamente, reduzir a superexploração de recursos naturais costeiros. O custo deste empreendimento é o árduo contraponto de ordem ambiental - a indiscutível necessidade de proteger os ecossistemas dos quais fazem parte as fazendas de camarão - única forma de essa atividade garantir sua sustentabilidade. Para impedir o desequilíbrio ecológico é preciso haver permanente monitoramento dos ecossistemas, como forma de evitar a desestabilização ambiental - devida ao desordenado uso e ocupação do solo nos ecossistemas - e garantir que as fazendas continuem produtivas. Com o propósito de fornecer subsídios para a sustentabilidade da carcinicultura, neste trabalho foi realizada a caracterização físico-química dos ecossistemas que compõem as fazendas de cultivo - manancial e captação, viveiros e seusefluentes - segundo os parâmetros estabelecidos pela resolução nº 312 do CONAMA, de 10 de outubro de 2002. Especial atenção foi dada à lagoa de decantação, por terem sido constatadas necessidades de adequações para seu correto funcionamento. A hipótese que os efluentes de carcinicultura não tem características que permitam seu descarte em corpos de água por não atenderem aos padrões estabelecidos na legislação brasileira, foi confirmada em função das altas concentrações de DBO. Essa hipótese, testada com o objetivo de concluir da necessidade ou não do uso da bacia de sedimentação para tratamento dos referidos efluentes, indicou ser imprescindível a existência desse sistema para promover a decantação de material sólido e a estabilização da matéria orgânica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.03.2005
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CUNHA, Paulo Eduardo Vieira; DUARTE, Ruth de Gouvêa. Caracterização dos meios de cultivo de viveiros de carcinicultura e da lagoa de disposição dos efluentes no Rio Grande do Norte: subsídios para proteção dos ecossistemas deste estudo. 2005.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2005. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-22082007-185411/ >.
    • APA

      Cunha, P. E. V., & Duarte, R. de G. (2005). Caracterização dos meios de cultivo de viveiros de carcinicultura e da lagoa de disposição dos efluentes no Rio Grande do Norte: subsídios para proteção dos ecossistemas deste estudo. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-22082007-185411/
    • NLM

      Cunha PEV, Duarte R de G. Caracterização dos meios de cultivo de viveiros de carcinicultura e da lagoa de disposição dos efluentes no Rio Grande do Norte: subsídios para proteção dos ecossistemas deste estudo [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-22082007-185411/
    • Vancouver

      Cunha PEV, Duarte R de G. Caracterização dos meios de cultivo de viveiros de carcinicultura e da lagoa de disposição dos efluentes no Rio Grande do Norte: subsídios para proteção dos ecossistemas deste estudo [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-22082007-185411/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021