Exportar registro bibliográfico

Biologia reprodutiva de Podocnemis erythrocephala (Spix, 1824), Podocnemis expansa (Schweigger, 1812) e Peltocephalus dumerilianus (Schweigger, 1812)(Testudinata, Podocnemididae) na bacia do rio Trombetas, Pará (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: MORETTI, RENATA - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIZ
  • Subjects: TARTARUGA AQUÁTICA; REPRODUÇÃO ANIMAL
  • Language: Português
  • Abstract: Quêlonios de água doce da família Podocnemididae são há séculos explorados principalmente como fonte de alimento por ribeirinhos da região amazônica. Em virtude dessa exploração e de alterações antrópicas no ambiente, as populações de podocnemidídeos vêm diminuindo drasticamente ao longo dos anos. Nesse contexto, a conservação desses quelônios é especialmente importante diante de sua relevância como recurso alimentar e pelo potencial que apresentam para o uso sustentado. No entanto, a implantação de medidas visando a preservação e a exploração sustentável dos podocnemidídeos depende de informações sobre sua biologia reprodutiva, ainda escassas para boa parte das espécies da família. Neste estudo, realizado na bacia hidrográfica do rio Trombetas, PA, foram investigados alguns aspectos da biologia reprodutiva de Peltocephalus dumerilianus, Podocnemis erythrocephala e Podocnemis expansa, três das cinco espécies de Podocnemididae que ocorrem no Brasil. Um estudo anterior (Haller, 2002) abordou as duas outras espécies (Podocnemis sextuberculata e Podocnemis unifilis). Um dos principais resultados obtidos neste estudo refere-se ao período que os cinco diferentes sítios de desova ficam expostos na vazante. Observou-se que a preferência por um sitio determina o início do período de nidificação da espécie, assim como o tempo de incubação dos ovos. Conseqüentemente, o início da estação de ovipostura das espécies obedece uma seqüência, determinada peloregime de vazante do rio. Observou-se ainda que, embora o número de fêmeas de Podocnemis expansa que desovam nos tabuleiros do rio Trombetas venha diminuindo, esses locais ainda representam seu principal sítio de desova na região. Com relação às variáveis de massa e morfometria analisadas, verificou-se que existe variação intra-específica, entre e interninhadas para ovos e filhotes das três espécies em estudo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.11.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MORETTI, Renata; RODRIGUES, Miguel Trefaut Urbano. Biologia reprodutiva de Podocnemis erythrocephala (Spix, 1824), Podocnemis expansa (Schweigger, 1812) e Peltocephalus dumerilianus (Schweigger, 1812)(Testudinata, Podocnemididae) na bacia do rio Trombetas, Pará. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Moretti, R., & Rodrigues, M. T. U. (2004). Biologia reprodutiva de Podocnemis erythrocephala (Spix, 1824), Podocnemis expansa (Schweigger, 1812) e Peltocephalus dumerilianus (Schweigger, 1812)(Testudinata, Podocnemididae) na bacia do rio Trombetas, Pará. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Moretti R, Rodrigues MTU. Biologia reprodutiva de Podocnemis erythrocephala (Spix, 1824), Podocnemis expansa (Schweigger, 1812) e Peltocephalus dumerilianus (Schweigger, 1812)(Testudinata, Podocnemididae) na bacia do rio Trombetas, Pará. 2004 ;
    • Vancouver

      Moretti R, Rodrigues MTU. Biologia reprodutiva de Podocnemis erythrocephala (Spix, 1824), Podocnemis expansa (Schweigger, 1812) e Peltocephalus dumerilianus (Schweigger, 1812)(Testudinata, Podocnemididae) na bacia do rio Trombetas, Pará. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021