Exportar registro bibliográfico

Estudo da diferenciação genética populacional do Arapaçu rajadp - Xiphorhynchus fuscus fuscus - no sudeste da floresta Atlântica pela análise de seqüências da região controladora do DNA mitocondrial (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: CABANNE, GUSTAVO SEBASTIAN - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIO
  • Subjects: DNA MITOCONDRIAL; AVES
  • Language: Português
  • Abstract: Xiphorhynchus fuscus fuscus (Arapaçu-rajado, ou Trepador enano no espanhol) é uma ave de pequeno porte e endêmica da floresta Atlântica que possui diversas características que a fazem um bom modelo para estudos filogenéticos e de genética populacional. Neste trabalho foram estudadas seqüências da região controladora do DNAmt de X.fiscus fiscus e se testaram hipóteses sobre a estrutura genética populacional, dispersão, demografia histórica e efeitos da fragmentação antrópica do habitat na diferenciação das populações dessa ave. No estudo populacional se utilizou um segmento de 576 pb de 74 X.fuscus fuscus. As amostras foram obtidas em 11 localidades em São Paulo, Paraná e Misiones na Argentina, as quais se localizaram em áreas desmatadas e não desmatadas. Se estudou a genealogia dos haplótipos, e a estrutura genética populacional por AMOVA. Se realizaram correlações múltiplas para estudar os efeitos de variáveis independentes (distância geográfica, isolamento por desmatamento nos últimos 50 anos e classes de florestas) sobre as distâncias genéticas. Os resultados do presente trabalho mostram que a região controladora de X. fuscus fuscus possui 1276 pb e uma ordem de genes semelhantes à de outros Suboscines. As populações de X. fuscus fuscus apresentam uma estrutura genética populacional significativa (Fst= 0,46085). As mudanças genéticas entre populações das regiões de florestas ombrófilas mistas ou semidecíduas explicam, segundo o estudo AMOVA e decorrelação múltipla , uma grande proporção da estrutura genética populacional de X. fuscus fuscus. A hipótese de baixos níveis de fluxo gênico mitocondrial entre as populações de X. fuscus fuscus foi favorecida. A estrutura genética populacional de X. fuscus fuscus na paisagem fragmentada pela atividade antrópica esteve dominada por determinantes naturais, e não refletiu a configuração contemporânea da paisagem. A diversificação em paleorefúgios e posterior expansão populacional seria uma hipótese plausível para explicar a estruturação filogeográfica observada em X. fuscus fuscus
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.11.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CABANNE, Gustavo Sebastián; MIYAKI, Cristina Yumi. Estudo da diferenciação genética populacional do Arapaçu rajadp - Xiphorhynchus fuscus fuscus - no sudeste da floresta Atlântica pela análise de seqüências da região controladora do DNA mitocondrial. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Cabanne, G. S., & Miyaki, C. Y. (2004). Estudo da diferenciação genética populacional do Arapaçu rajadp - Xiphorhynchus fuscus fuscus - no sudeste da floresta Atlântica pela análise de seqüências da região controladora do DNA mitocondrial. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Cabanne GS, Miyaki CY. Estudo da diferenciação genética populacional do Arapaçu rajadp - Xiphorhynchus fuscus fuscus - no sudeste da floresta Atlântica pela análise de seqüências da região controladora do DNA mitocondrial. 2004 ;
    • Vancouver

      Cabanne GS, Miyaki CY. Estudo da diferenciação genética populacional do Arapaçu rajadp - Xiphorhynchus fuscus fuscus - no sudeste da floresta Atlântica pela análise de seqüências da região controladora do DNA mitocondrial. 2004 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020