Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Identificação de risco para complicações em pés de trabalhadores com diabetes de uma instituição pública de Londrina - PR (2004)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: KARINO, MARCIA EIKO - EERP
  • Unidades: EERP
  • Sigla do Departamento: ERG
  • Subjects: DIABETES MELLITUS (CONTROLE); RISCO; INSTITUIÇOES DE SAUDE
  • Language: Português
  • Abstract: As lesões no pé diabético é uma das complicações mais devastadoras do Diabetes mellitus, devido a altas taxas de morbimortalidade e que provoca seqüelas de incapacitantes, causando amputações de membros inferiores. O objetivo deste estudo foi identificar os fatores de risco em trabalhadores portadores dessa doença quanto aos aspectos sociodemográficos, clínicos e o grau de risco para o desenvolvimento de lesões. Os dados foram coletados de 117 trabalhadores, de um ambulatório que pertence a uma Instituição Pública de Londrina-PR, por meio de um roteiro semi-estruturado. Os resultados demonstraram o predomínio da idade entre 51 a 60 anos (53%), do sexo masculino (52,1 %), casados (71,8%), os quais, em grande parte, trabalham em serviços gerais (36,8%) e com mais de 21 anos de tempo de serviço (32,5%). Quanto aos dados clínicos, o tempo de diagnóstico de 2 a 5 anos (45,3%), a maioria dos trabalhadores são diabéticos tipo 2 (98,3%) e fazem uso de antidiabéticos orais (57,3%), 55,6% são hipertensos. Entre as complicações, 40,8% tiveram acuidade visual diminuída, a grande maioria não fuma (79,5%) e não bebe (85,5%). Quanto ao índice de massa corporal, (52,1%) tinham sobrepeso. No exame clínico dos pés os trabalhadores apresentaram boas condições de higiene (80,3%), faziam uso de calçados adequados (75,2%). A maioria dos trabalhadores não apresentou comprometimentos graves relacionados à doença vascular periférica com presença de pulsação pedioso (88,5%), tibialposterior (74,1%) e apresentaram boa perfusão periférica (88,9%). Quanto à neuropatia diabética, a maioria apresentou reflexos positivos para aquileu (93,2%) e patelar (93,2%), e para sensibilidade vibratória (93,2%), protetora (100%), térmica (87,2%), dolorosa (87,2%) e tátil positiva (98,9%). A presença de úlcera se fez presente em 4,27% dos trabalhadores, sendo que 3,41 % sofreram amputações a nível falangiano. Quanto ao grau de risco encontram-se ) 71,8% em Grau O. Evidenciou-se a necessidade de implementar ações educativas para orientar e sistematizar medidas de prevenção, controle das condições de saúde dos trabalhadores portadores de Diabetes mellitus
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.12.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KARINO, Marcia Eiko; PACE, Ana Emilia. Identificação de risco para complicações em pés de trabalhadores com diabetes de uma instituição pública de Londrina - PR. 2004.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-09052005-101113/ >.
    • APA

      Karino, M. E., & Pace, A. E. (2004). Identificação de risco para complicações em pés de trabalhadores com diabetes de uma instituição pública de Londrina - PR. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-09052005-101113/
    • NLM

      Karino ME, Pace AE. Identificação de risco para complicações em pés de trabalhadores com diabetes de uma instituição pública de Londrina - PR [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-09052005-101113/
    • Vancouver

      Karino ME, Pace AE. Identificação de risco para complicações em pés de trabalhadores com diabetes de uma instituição pública de Londrina - PR [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-09052005-101113/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019