Exportar registro bibliográfico

Atividade física como componente no tratamento do Diabetes Mellitus tipo 2 (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: HARRIGAN, ALBERMAR ROBERTS - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSP
  • Subjects: DIABETES MELLITUS (DIETOTERAPIA;PREVENÇÃO E CONTROLE;TERAPIA); ATIVIDADE MOTORA; EDUCAÇÃO EM SAÚDE; SAÚDE PÚBLICA
  • Language: Português
  • Abstract: O plano de tratamento do Diabetes Mellitus deve ser constituído por quatro componentes: Dieta, Medicamentos, Atividade Física, Educação. Cada um destes tem a sua peculiaridade e importância e, a interação dos quatro, vai garantir um bom controle do indivíduo diabético, evitando assim a evolução para complicações crônicas que, pela gravidade, representam um importante problema na saúde pública. Muitas pesquisas destacaram a atividade física, em algumas circunstâncias, podendo compensar no tratamento do diabetes, falhas da dieta e reduzir ou evitar o uso de medicamentos. No presente estudo, 113 (cento e treze) diabéticos tipo 2 e 45 (quarenta e cinco) endocrinologistas foram submetidos a entrevistas como objetivo de conhecer, por um lado, se os diabéticos sabem da importância da atividade física para seu controle e ainda se há adesão e prescrição enfática pelos endocrinologistas. Evidenciou-se que a maioria dos diabéticos (77,9 por cento) não pratica atividade física e, apesar de recomendada, 77 por cento deles não conhecem a verdadeira importância dela para o seu tratamento. Dos endocrinologistas entrevistados, a maioria, dá prioridade e ênfase à dieta e ao uso da insulina em sua prescrição. A atividade física é recomendada, mas a maior parte dos profissionais não usa argumentos suficientes para convencer seus pacientes a aderir a esta parte do tratamento. Faz-se necessário, que a atividade física seja inistentemente lembrada pelo médico em todas asconsultas, que devem ocorrer com a maior freqüência possível, sempre destacando a sua importância e renovando argumentos para convencer os diabéticos da sua realização. Deve-se ainda, formar uma equipe multiprofissional composta por educadores, professores de educação física, nutricionistas, enfermeiros, farmacêuticos, psicólogos, endocrinologistas, entre outros, é importante para ressaltar a importância da realização de atividades, que favoreçam a adesão dos diabéticos a cada componente do tratamento.(AU)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.12.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      HARRIGAN, Albemar Roberts; MATTÉ, Glavur Rogério. Atividade física como componente no tratamento do Diabetes Mellitus tipo 2. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Harrigan, A. R., & Matté, G. R. (2004). Atividade física como componente no tratamento do Diabetes Mellitus tipo 2. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Harrigan AR, Matté GR. Atividade física como componente no tratamento do Diabetes Mellitus tipo 2. 2004 ;
    • Vancouver

      Harrigan AR, Matté GR. Atividade física como componente no tratamento do Diabetes Mellitus tipo 2. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021