Exportar registro bibliográfico

A infra-estrutura escolar e as características familiares influenciando a frequência e o atraso no ensino fundamental (2005)

  • Authors:
  • Autor USP: PONTILI, ROSANGELA MARIA - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LES
  • Subjects: ANÁLISE DE REGRESSÃO E DE CORRELAÇÃO; CENSO DEMOGRÁFICO; COMUNIDADE URBANA; ENSINO FUNDAMENTAL; ESCOLA PÚBLICA (QUALIDADE); FAMÍLIA (CONDICÕES SÓCIO-ECONÔMICAS); PESQUISA EDUCACIONAL; POLÍTICAS PÚBLICAS; QUALIDADE DE VIDA
  • Language: Português
  • Abstract: Diversos estudos realizados na área econômica têm mostrado a importância da escolaridade para a melhoria da qualidade de vida das pessoas. Apesar disso, o nível médio de escolaridade no Brasil é de 6,4 anos na população adulta, considerado baixo, se comparado a outros países da América Latina. Em vista disso, na década de 1990, foram instituídas diversas mudanças na forma de gestão do ensino público brasileiro, com objetivo de melhorar sua qualidade e motivar o interesse da criança pela escola. O presente trabalho inseriu-se nessa discussão ao propor uma avaliação da influência que a infra-estrutura escolar e as características familiares exercem sobre a freqüência e o atraso no ensino fundamental. Dadas as diferenças regionais existentes no Brasil, fez-se uma comparação entre os estados de São Paulo e Pernambuco. Para tanto, foram feitas análises de regressões, utilizando-se do modelo próbite, e as bases de dados foram o censo demográfico, o censo escolar e as transferências do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Escola (FNDE), do ano 2000. Tais análises concentraram-se nas escolas públicas, da área urbana, dos dois estados. Além disso, foram realizadas interações entre variáveis das características familiares e variáveis da infra-estrutura escolar, a fim de verificar as formas mais eficientes de se colocar e manter a criança na escola, garantindo-lhe o avanço nos estudos) Questionou-se, portanto, se é mais interessante para ogoverno investir na melhoria da qualidade das escolas, ou em iniciativas que melhoram as condições socioeconômicas da família. Foram, também, realizadas simulações para avaliar os impactos de uma melhoria na qualidade das escolas, versus uma melhoria das condições socioeconômicas das famílias, na freqüência e no atraso escolar do estudante. Os resultados mostraram que políticas públicas voltadas para um aumento do salário, ou da escolaridade do professores, assim como para uma melhoria dos equipamentos disponíveis na escola, beneficiarão mais as crianças pertencentes a famílias com chefes pouco escolarizados e/ou com uma baixa renda familiar per capita. Além disso, percebeu-se que em Pernambuco, a política pública de maior impacto sobre a freqüência escolar foi o aumento do salário do professor e sobre o atraso escolar foi o aumento da escolaridade do chefe de família. Para São Paulo, a melhor opção seria aumentar a renda familiar per capita, tanto no caso da freqüência, quanto no caso do atraso escolar. Conclui-se, então, que a adoção de políticas públicas deve levar em consideração o lugar onde as mesmas serão adotadas, bem como os objetivos a serem atingidos na área da educação. Acredita-se, no entanto, que políticas voltadas para melhorar as características familiares geram resultados somente no longo-prazo. Por isso, sugere-se que no curto-prazo sejam priorizadas as políticas capazes de melhorar a qualidade das escolas públicas que oferecem o ensinofundamental, na área urbana, dos dois estados. Sugere-se, também, que os investimentos públicos na área da educação priorizem Pernambuco, em função das diferenças socioeconômicas existentes entre os dois estados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.01.2005
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PONTILI, Rosangela Maria; KASSOUF, Ana Lúcia. A infra-estrutura escolar e as características familiares influenciando a frequência e o atraso no ensino fundamental. 2005.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2005. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-29042005-135043/ >.
    • APA

      Pontili, R. M., & Kassouf, A. L. (2005). A infra-estrutura escolar e as características familiares influenciando a frequência e o atraso no ensino fundamental. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-29042005-135043/
    • NLM

      Pontili RM, Kassouf AL. A infra-estrutura escolar e as características familiares influenciando a frequência e o atraso no ensino fundamental [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-29042005-135043/
    • Vancouver

      Pontili RM, Kassouf AL. A infra-estrutura escolar e as características familiares influenciando a frequência e o atraso no ensino fundamental [Internet]. 2005 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11132/tde-29042005-135043/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021