Exportar registro bibliográfico

Influência do genótipo, sexo e peso de abate na composição da carcaça e nas características de qualidade da carne suína (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: ANGERAMI, CAMILA NOGUEIRA - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LAN
  • Subjects: ABATE; CARCAÇA; GENÓTIPOS; QUALIDADE DOS ALIMENTOS; SUÍNOS; CARNES E DERIVADOS
  • Language: Português
  • Abstract: O experimento consistiu de dezesseis tratamentos distribuídos num esquema fatorial 4x2x2, sendo 4 genótipos (Excel (E) - Nn, Linha 21 (L21) - nn, Maximus (M) - NN e Optimus (O) - NN), 2 sexos (machos castrados e fêmeas) e 2 pesos (leves - 95 a 100Kg e pesados - 115 a 120Kg) e seis repetições. Foram realizadas medidas de composição da carcaça: Peso da Carcaça Resfriada (PCR), Área de Olho de Lombo (AOL), Comprimento de Olho de Lombo (COL), Profundidade de Toucinho (PT), Porcentagem de Carne Magra (%CM) e medidas de Espessuras de Músculo (EM) e Gordura (EG) e avaliações de qualidade de carne: pH, cor (L*a*b*), Perda por Exsudação (PE) e Capacidade de Retenção de Água (CRA).) Os resultados estatísticos da composição da carcaça para o genótipo nn indicaram valor de AOL significativamente superior em relação aos genótipos Nn, NNM e NNO e valor de PT significativamente menor que NNM e NNO, porém, não diferindo de Nn. Quanto à EM, ocorreu uma tendência do NNM apresentar os maiores valores, seguido pelo Nn, nn e NNO. Em relação à EG, NNO mostrou os maiores valores, não diferindo significativamente de NNM e nn, enquanto o genótipo Nn apresentou o menor valor para esta característica. A %CM dos genótipos nn e Nn foi significativamente maior que NNM e NNO, confirmando a expressão do gene recessivo (n) em depositar mais carne na carcaça que o dominante (N).)Os resultados estatísticos de qualidade de carne mostraram que o genótipo nn apresentou o menorvalor de pH24 no músculo Semimembranosus, combinado com os maiores valores de luminosidade (L*) e PE em comparação com Nn, NNM e NNO. Não houve diferença significativa entre os genótipos NN and Nn na PE. Em relação à CRA, NNM obteve valor significativamente menor que Nn, nn e NNO. Os resultados obtidos permitem concluir que o gene halotano em homozigose (L21) contribuiu para a obtenção de uma carcaça mais musculosa, porém, com qualidade de carne inferior, apresentando maior incidência de carne PSE. Em relação ao sexo, os machos resultaram carcaças mais pesadas, mais gordas e carne com menor luminosidade. Finalmente, com exceção da %CM, os valores de composição da carcaça aumentaram com o peso de abate, não sendo constatadas mudanças nas características de qualidade avaliadas.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.10.2004
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ANGERAMI, Camila Nogueira; OETTERER, Marília. Influência do genótipo, sexo e peso de abate na composição da carcaça e nas características de qualidade da carne suína. 2004.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2004. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11141/tde-04052005-142730/ >.
    • APA

      Angerami, C. N., & Oetterer, M. (2004). Influência do genótipo, sexo e peso de abate na composição da carcaça e nas características de qualidade da carne suína. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11141/tde-04052005-142730/
    • NLM

      Angerami CN, Oetterer M. Influência do genótipo, sexo e peso de abate na composição da carcaça e nas características de qualidade da carne suína [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11141/tde-04052005-142730/
    • Vancouver

      Angerami CN, Oetterer M. Influência do genótipo, sexo e peso de abate na composição da carcaça e nas características de qualidade da carne suína [Internet]. 2004 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11141/tde-04052005-142730/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021