Exportar registro bibliográfico

Comparação de modelos mistos para dados de proporções visando à estimação do coeficiente de herdabilidade (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: CUSTÓDIO, TELDE NATEL - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LCE
  • Subjects: ANÁLISE DE VARIÂNCIA; ANÁLISE MULTIVARIADA; ESTATÍSTICA APLICADA; EUCALIPTO; MODELOS MATEMÁTICOS; SIMULAÇÃO (ESTATÍSTICA); VEROSSIMILHANÇA
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste trabalho foi apresentar um procedimento para comparação das estimativas do coeficiente de herdabilidade no sentido amplo, para dados provenientes de proporções, através das estimativas de componentes de variância obtidas pelo método da máxima verossimilhança. Considerou-se um modelo linear misto clássico, usando a escala original (proporções) e transformados. As transformações usadas foram arco seno.fi/: e BOX-COX. Considerou-se também um modelo linear generalizado misto com função de ligação logística, através dos métodos de estimação da quase-verossimilhança e máxima verossimilhança. Assim, adotou-se um modelo em blocos ao acaso, considerando-se blocos como sendo de efeito fixo e tratamentos como aleatório. Foram simulados 100 experimentos, com 20 tratamentos e 10 repetições (blocos). Foram feitas também, comparações das estimativas dos parâmetros de efeitos fixos, e efeitos aleatórios preditos, sob o enfoque de modelos lineares mistos clássicos, com os dados originais e transformados, utilizando-se as transformações arco seno (continua))BOX-COX, e também considerando-se um modelo linear generalizado misto com função de ligação logística, com dados provenientes de um experimento em blocos ao acaso, para avaliação de progênies de Eucalyptus grandis, aos 5 anos de idade, em que a variável resposta são proporções de plantas sobreviventes. Com base nos experimentos simulados, as conclusões obtidas foram: quando se têm dados de proporções, asestimativas dos coeficientes de herdabilidade no sentido amplo, não diferem na presença de transformações; as estimativas dos coeficientes de herdabilidade para os dados originais e transformados, obtidas através da teoria de modelos lineares mistos clássicos, diferiram das estimativas obtidas considerando-se um modelo linear generalizado misto; os métodos de estimação da quase-verossimilhança e máxima verossimilhança para o modelo linear generalizado misto, não diferiram quanto às estimativas dos coeficientes de herdabilidade; quando se têm dados de proporções, recomenda-se o uso de modelos lineares generalizados mistos, e dos métodos de estimação apresentados, para a estimação do coeficiente de herdabilidade. Em relação aos dados de proporções de plantas sobreviventes de Eucalyptus grandis, foi possível concluir que: o ajuste do /f) modelo, através da teoria de modelos lineares mistos clássicos, com os dados transformados, por meio da transformação BOX-COX, não alterou a qualidade do ajuste em relação ao modelo ajustado com os dados na escala original, produzindo as mesmas estimativas para os efeitos fixos e predição para os efeitos aleatórios; os modelos ajustados sob o enfoque de modelos lineares mistos clássicos, com os dados na escala original, e transformados através da transformação BOX-COX, não se diferenciaram em relação aos modelos ajustados, considerando o enfoque de modelos lineares generalizados mistos, para ambos os métodos de estimação:quase-verossimilhança e máxima (continua) )máxima verossimilhança, produzindo estimativas para os efeitos fixos e predição para os efeitos aleatórios bastante semelhantes; o método de estimação da quase- verossimilhança, para o modelo linear generalizado misto, apresentou as mesmas estimativas dos efeitos fixos e predição para os efeitos aleatórios, em relação aos obtidos pelo método da máxima verossimilhança; o modelo ajustado por meio da transformação arco seno fI;, considerando a abordagem de modelos lineares mistos clássicos, se diferenciou dos demais modelos, presentando uma maior capacidade de predição
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.12.2004
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CUSTÓDIO, Telde Natel; BARBIN, Décio. Comparação de modelos mistos para dados de proporções visando à estimação do coeficiente de herdabilidade. 2004.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2004. Disponível em: < https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11134/tde-20191220-143724/ >.
    • APA

      Custódio, T. N., & Barbin, D. (2004). Comparação de modelos mistos para dados de proporções visando à estimação do coeficiente de herdabilidade. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11134/tde-20191220-143724/
    • NLM

      Custódio TN, Barbin D. Comparação de modelos mistos para dados de proporções visando à estimação do coeficiente de herdabilidade [Internet]. 2004 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11134/tde-20191220-143724/
    • Vancouver

      Custódio TN, Barbin D. Comparação de modelos mistos para dados de proporções visando à estimação do coeficiente de herdabilidade [Internet]. 2004 ;Available from: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11134/tde-20191220-143724/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021