Exportar registro bibliográfico

Quantificação de RNA viral do HIV-1 em agulhas provenientes de punções em indivíduos com a síndrome da imunodeficiência adquirida (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: ROSSIN, IRIS RICARDO - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: INFECÇÕES POR HIV; RISCOS OCUPACIONAIS
  • Language: Português
  • Abstract: A aids é uma doença infecciosa causada pejo HIV, um retrovírus capaz de provocar um grave estado de imunodeficiência. Transmitido de diferentes formas entre seres humanos, sangue e outros líquidos biológicos são fontes de importância para tal transmissibilidade assim como objetos contaminados com tais fluidos têm sido implicados como veículos na contaminação. Paralelamente ao aparecimento de doentes com aids, passaram a ser descritos casos em que profissionais de saúde foram contaminados durante suas atividades. Tornou-se necessária a padronização de condutas no manejo de material contaminado e medidas profiláticas pós-exposição. Os dados na literatura quanto ao potencial infectivo do HIV em material contaminado e o intervalo de tempo em que a infectividade é mantida em condições adversas são escassos. Com o objetivo de: 1- Quantificar a presença de RNA viral para o HIV-1 em agulhas "ocas" comum ente utilizadas na prática hospitalar e envolvidas em acidentes ocupacionais, 2- Avaliar em diferentes tempos a presença de cópias de RNA do HIV-1 em agulhas utilizadas em punção de pacientes infectados peta vírus, 3- Comparar o número de cópias do HIV-1 dentro de agulhas no momento da punção, após seis horas, 24horas, 72horas e sete dias do momento da contaminação, realizamos estudo com 25 pacientes soropositivos para o HIV-1 atendidos em um hospital universitário, sendo 8 pacientes do sexo feminino e 17 do sexo masculino. Quantificamos o RNA do HIV-1 utilizando o método deamplificação do RNA do HIV-1 baseada na Seqüência de Ácidos Nucléicos - NASBA Nuclisens HIV-1 QT (Biomerieux). Para a comparação dos resultados utilizamos o programa Graph Padinstat dataset 2.150. O intervalo de confiança para os testes foi 95%. Os resultados foram analisados utilizando-se comparações Múltiplas de Tukey-Kramer e cálculos intermediários por ANOVA. Em todas as situações, o limite de significância estatística adotado foi p<0,05. ... Detectou-se presença de RNA do HIV-1, nas agulhas provenientes de pacientes com carga viral detectável, até o sétimo dia, mantendo-se estável até sete dias após a punção, sem diferença estatisticamente significante para os pacientes com carga viral abaixo do limite não houve detecção do RNA viral nas agulhas em nenhum individuo, assim como nos 4 indivíduos soronegativos da população controle. Embora, o potencial infectante do material das agulhas seja desconhecido, os dados apontam necessidade de reavaliação das condutas em casos de acidente com fonte desconhecida
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.10.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ROSSIN, Iris Ricardo; MACHADO, Alcyone Artioli. Quantificação de RNA viral do HIV-1 em agulhas provenientes de punções em indivíduos com a síndrome da imunodeficiência adquirida. 2004.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004.
    • APA

      Rossin, I. R., & Machado, A. A. (2004). Quantificação de RNA viral do HIV-1 em agulhas provenientes de punções em indivíduos com a síndrome da imunodeficiência adquirida. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Rossin IR, Machado AA. Quantificação de RNA viral do HIV-1 em agulhas provenientes de punções em indivíduos com a síndrome da imunodeficiência adquirida. 2004 ;
    • Vancouver

      Rossin IR, Machado AA. Quantificação de RNA viral do HIV-1 em agulhas provenientes de punções em indivíduos com a síndrome da imunodeficiência adquirida. 2004 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021