Exportar registro bibliográfico

Avaliação da resistência adesiva entre porcelana e cimento resinoso após diferentes tratamentos de superfície (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: SANTOS, FLÁVIO AUGUSTO MERICHELLO DOS - FO
  • Unidade: FO
  • Sigla do Departamento: ODD
  • Subjects: PORCELANA DENTÁRIA; CIMENTO RESINOSO
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste estudo in vitro foi avaliar através de teste de tração, a adesão entre porcelana e cimento resinoso com diferentes tratamentos de superfície. Cem blocos de cerâmica feldspática pré-fabricada (Cerec Vitablocks Mark II) e sessenta amostras de cerâmica prensada de disilicato de lítio (IPS Empress 2) foram condicionados com ácido fluorídrico a 10% em diferentes tempos de aplicação: sem condicionamento (controle); 20s; 1min; 2,5min; e 5min e sem condicionamento (controle), 20s, e 1min respectivamente. Todas as amostras dos grupos constituídos foram silanizadas (Scotchbond Ceramic Primer). Cada grupo de porcelana condicionada foi dividido (n=10), sendo aplicado em uma parte um adesivo fotoativado por 10s (Scotchbond, 3M) e na outra aplicado adesivo dual (Scotchbond Catalisador 3,5; 3M) sem fotoativação. Cones de resina composta (Z 250, 3M) foram constituídos e instalados sobre as amostras de porcelana com cimento resinoso (Rely X, 3M). Após 3 min sob compressão, as amostras foram fotoativadas por 40s. Os espécimes foram estocados em água destilada à 370C por 24 horas. As amostras foram então submetidas ao teste adesivo de tração (Instron testing machine Model 4442) com velocidade 0,5 mm/min. Os valores foram analisados em teste de variância e teste Tukey de comparações múltiplas (p<0,05). As amostras foram analisadas em microscopia eletrônica de varredura para examinar os detalhes das superfícies condicionadas) Os resultados obtidos denotaram que asamostras condicionadas com ácido fluorídrico a 10% foram significantemente mais adesivas que as amostras não condicionadas para ambas porcelanas, exceto para um grupo com tempo maior de condicionamento (Cerec, condicionamento ácido por 5 minutos e adesivo fotoativado). Os diferentes tempos de exposição não interferiram significantemente na resistência à tração de ambas porcelanas. A combinação de adesivo fotoativado e porcelana IPS-Empress 2 condicionada com ácido fluorídrico a 10% independente do tempo foi significantemente mais adesiva que todas as outras combinações
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.05.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Flávio Augusto Merichello dos; CARVALHO, Rubens Corte Real de. Avaliação da resistência adesiva entre porcelana e cimento resinoso após diferentes tratamentos de superfície. 2004.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.
    • APA

      Santos, F. A. M. dos, & Carvalho, R. C. R. de. (2004). Avaliação da resistência adesiva entre porcelana e cimento resinoso após diferentes tratamentos de superfície. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Santos FAM dos, Carvalho RCR de. Avaliação da resistência adesiva entre porcelana e cimento resinoso após diferentes tratamentos de superfície. 2004 ;
    • Vancouver

      Santos FAM dos, Carvalho RCR de. Avaliação da resistência adesiva entre porcelana e cimento resinoso após diferentes tratamentos de superfície. 2004 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021