Exportar registro bibliográfico

Estudo de um centro comunitário: a visão dos funcionários da instituição e as formas de resolução de conflitos sociomorais entre as crianças e os adolescentes atendidos (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: TEOTÔNIO, DELMA FERNANDES MUNIZ - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Subjects: PSICOLOGIA SOCIAL; APRENDIZAGEM; PSICOLOGIA COGNITIVA
  • Language: Português
  • Abstract: Piaget afirma que, no desenvolvimento de uma maneira geral, existem dois pólos que chamamos da dependência à independência, ou seja, é isso que se espera do indivíduo do nascimento até o final da adolescência. Em outras palavras, o caminho que o desenvolvimento traz ao indivíduo inicia-se quando o bebê nasce, e neste período existe uma total dependência quanto à sua sobrevivência, ele não sobrevive se não for cuidado, no tocante à alimentação, à educação, ao afeto e ao social. Se o mesmo é bem cuidado, ele vai buscar autonomia, iniciativa, vai adquirir competência acadêmica social, passando por todo um processo que desembocará na sua independência. A forma como as pessoas organizam o conhecimento social é uma parte importante para a compreensão de como elas vêm agir na sua vida cotidiana. Considerando que a Organização desse conhecimento é um processo de formação de estruturas cognitivas, afetivas e sociais, o desenvolvimento cognitivo de Jean Piaget em termos de processamento de informações é muito útil para explicar as mudanças na atenção, na memória, no afeto e no amadurecimento ao longo da vida. Estudos mostraram a existência de um processo psicogenético que evolui à medida que a moral idade é construída a partir das experiências do sujeito com: as pessoas que o cercam. Seguindo essa, linha teórica E. Turiel e colaboradores mostraram que crianças organizam o conhecimento social em domínios: o moral, para regras já consolidadas como erradas, em praticamente todasas culturas; e o convencional, para as regras específicas a cada situação e ou cultura. Dessa forma, esta pesquisa tem por objetivo compreender como crianças, adolescentes e funcionários de um programa pós-escola, mantido por governo municipal, concebem, julgam e justificam eventos morais (questões de propriedade: furto e roubo e de pessoa: agressão física) e eventos socioconvencionais (modos de comer e guardar o material escolar). Houve ... Houve a opção por um estudo quanti-qualitativo como proposta para identificar e analisar essas concepções, utilizando-se de análise de documentos produzidos pela instituição, observação e entrevista estruturada junto aos funcionários. A análise com as crianças e adolescentes, foi feita a partir de quatro histórias-estímulo, representando transgressões sociais, sendo duas com temas morais (roubar e agredir) e duas com temas socioconvencionais (modo de comer e arrumação de material escolar). Tomando como procedimento a análise temática do conteúdo dos discursos, tanto das entrevistas padronizadas como das estruturadas, os resultados, discussões e conclusão são apresentados em dois tipos de segmentos: 1) A instituição na perspectiva dos funcionários, cujas freqüências se destacam em duas classes de categorias: "O comportamento agressivo das crianças e dos adolescentes" e "A criança e o adolescente pelo viés dos funcionários"; e 2) A resolução dos conflitos de propriedade e de pessoa pelascrianças e adolescentes, em que praticamente todos os entrevistados consideraram os quatro eventos sociais apresentados como ... transgressões
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.12.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TEOTÔNIO, Delma Fernandes Muniz; MARTINS, Raul Aragão. Estudo de um centro comunitário: a visão dos funcionários da instituição e as formas de resolução de conflitos sociomorais entre as crianças e os adolescentes atendidos. 2004.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004.
    • APA

      Teotônio, D. F. M., & Martins, R. A. (2004). Estudo de um centro comunitário: a visão dos funcionários da instituição e as formas de resolução de conflitos sociomorais entre as crianças e os adolescentes atendidos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Teotônio DFM, Martins RA. Estudo de um centro comunitário: a visão dos funcionários da instituição e as formas de resolução de conflitos sociomorais entre as crianças e os adolescentes atendidos. 2004 ;
    • Vancouver

      Teotônio DFM, Martins RA. Estudo de um centro comunitário: a visão dos funcionários da instituição e as formas de resolução de conflitos sociomorais entre as crianças e os adolescentes atendidos. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021