Exportar registro bibliográfico

Reação em cadeia pela polimerase (PCR) em material parafinado no diagnóstico da tuberculose pleural isolada: padronização e comparação com métodos convencionais de diagnóstico (2004)

  • Authors:
  • Autor USP: GONÇALVES, DANIEL HENRIQUE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RPA
  • Subjects: PATOLOGIA CLÍNICA; PATOLOGIA CIRÚRGICA
  • Language: Português
  • Abstract: Com o intuito de melhorar a qualidade do diagnóstico de tuberculose pleural isolada, nossos objetivos foram padronizar e avaliar a importância da PCR na biópsia pleural parafinada, comparando-a aos métodos convencionais que incluem: os achados clínicos, a radiologia, a análise de líquido pleural e a biópsia pleural. Para este estudo foram selecionados 44 casos do Serviço de Patologia do HCFMRPUSP: 34 com derrame pleural e hipótese clínica de tuberculose e 10 com derrame pleural sem hipótese clínica de tuberculose. Os principais sintomas clínicos, radiológicos e exames diagnósticos foram revistos nos prontuários dos pacientes. Dos 34 casos com hipótese clínica de tuberculose, 21 (62%) foram positivos (12 com pleurite crônica granulomatosa e 9 casos com pleurite crônica não granulomatosa). Os achados clínicos mais freqüentes nos casos com PCR positiva para o Mycobacterium tuberculosis foram dor torácica ventilatório dependente e tosse, 18 casos (85,7%). Nenhum caso sem hipótese clínica de tuberculose foi positivo. O valor preditivo positivo e negativo do método foi de 100 e 67%, respectivamente. A sensibilidade e a especificidade do método foram maiores que nos outros métodos investigados; entretanto, a PCR foi ineficiente em 30% dos casos. Em ambos os grupos, nenhum sinal clínico, com exceção do derrame pleural, foi predominante neste estudo. Podemos concluir que a PCR pode e deve ser utilizada no diagnóstico do Mycobacterium tuberculosis em biópsiaspleurais parafinadas. A padronização é simples e de fácil execução. Além da rapidez do resultado, a PCR pode ser utilizada na confirmação diagnóstica dê casos com pleurite granulomatosa sem identificação do agente e no diagnóstico propriamente dito de casos com hipótese clínica de tuberculose pleural, mas sem evidências histopatológicas de micobacteriose. Neste grupo, ... especificamente, a PCR aumenta, em 47,2%, a quantidade de casos concluídos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.10.2004

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GONÇALVES, Daniel Henrique; RAMOS, Simone Gusmão. Reação em cadeia pela polimerase (PCR) em material parafinado no diagnóstico da tuberculose pleural isolada: padronização e comparação com métodos convencionais de diagnóstico. 2004.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2004.
    • APA

      Gonçalves, D. H., & Ramos, S. G. (2004). Reação em cadeia pela polimerase (PCR) em material parafinado no diagnóstico da tuberculose pleural isolada: padronização e comparação com métodos convencionais de diagnóstico. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Gonçalves DH, Ramos SG. Reação em cadeia pela polimerase (PCR) em material parafinado no diagnóstico da tuberculose pleural isolada: padronização e comparação com métodos convencionais de diagnóstico. 2004 ;
    • Vancouver

      Gonçalves DH, Ramos SG. Reação em cadeia pela polimerase (PCR) em material parafinado no diagnóstico da tuberculose pleural isolada: padronização e comparação com métodos convencionais de diagnóstico. 2004 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021